Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Insólito

Este computador portátil é a chave para reparar qualquer McLaren F1

O McLaren F1 que preenche o imaginário de todos aqueles que cresceram nos anos 90 continua a depender da tecnologia lançada há mais de 20 anos.

Três lugares, chassis em fibra de carbono, motor V12 atmosférico com 6,1 l e 640 cv de potência, caixa manual de seis velocidades e uma velocidade máxima e recordista de 390,7 km/h. Isto num superdesportivo lançado em 1993!

Mesmo para os mais distraídos, o McLaren F1 é um carro que dispensa apresentações. Das 106 unidades produzidas, existem atualmente cerca de uma centena de exemplares do McLaren F1 em todo o mundo, e todos eles têm uma coisa em comum: a sua reparação depende exclusivamente de um pequeno computador portátil. Isso mesmo.

Falamos do Compaq LTE 5280 (nas imagens). Tal como o McLaren F1, em meados dos da década de 90 este portátil era do melhor que se fazia na altura (pasmem-se os mais novos com a capacidade de processamento, uns assombrosos 120 Mhz! A capacidade de armazenamento era igualmente surpreendente… 1 Gb) e por isso foi o computador escolhido pela marca britânica para instalar um microchip feito pela McLaren.

VÊ TAMBÉM: O quê? McLaren F1 também usava ventoinhas para efeito aerodinâmico

Era, e continua a ser…, este dispositivo o responsável pelo interface de informação entre o software do computador e o carro. Sem ele, a reparação de um McLaren F1 torna-se difícil, senão mesmo impossível uma vez que é impossível receber a informação dos diversos sensores do motor.

Naturalmente, esta é uma solução muito pouco prática, e por isso a McLaren Special Operations já está há procura de uma alternativa. “Estamos atualmente a trabalhar numa nova interface que será compatível com computadores portáteis modernos, porque os Compaq antigos têm vindo a tornar-se cada vez menos fiáveis e mais difíceis de encontrar”, garante fonte próxima da MSO.

Até lá, o Compaq LTE 5280 vai continuar a ser parte fulcral na reparação e diagnósticos dos McLaren F1 por esse mundo fora.

McLaren F1 portátil Compaq

Mais artigos em Clássicos