Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

BMW M4 Coupé preparado pela G-Power

Quando a G-Power não tem juízo… o BMW M4 Coupé é que paga.

Quem segue o mercado do tuning e das modificações after-market sabe muito bem o que a G-Power é capaz de fazer, principalmente aos modelos oriundos de Munique.

Este BMW M4 Coupé (Competition Package) nas imagens, não foi exceção.

g-power-bmw-m4-coupe-4

Tal como fez com o BMW M4 GTS, no comando dos acontecimentos mecânicos está uma centralina Bi-Tronik 2 V3 especificamente adaptada a cada motor, conjugada por um novo sistema de escape em titânio. Resultado? Dos 450 cv, o BMW M4 Coupé passou para uns simpáticos 600 cv de potência e 740 Nm de binário máximo.

Se achas demasiado – said no one ever… – então a G-Power disponibiliza ainda dois upgrades intermédios de 520 cv e 700 Nm e 560 cv e 720 Nm.

g-power-bmw-m4-coupe-3

DOCUMENTÁRIO: Low Law: O tuning em Portugal (documentário)

Na versão mais hardcore da G-Power, o tempo de aceleração dos 0 aos 100 km/h desce para os 3.7 segundos, e se retirarmos o limitador eletrónico, o BMW M4 Coupé chega aos 320 km/h de velocidade máxima. Portanto, quase 1 segundo mais rápido que o M4 original e muito mais rápido em termos de velocidade máxima.

À parte do incremento de potência, a preparadora alemã acrescentou ainda uma nova suspensão GM4-RS que coloca o M4 Coupé mais próximo do chão e jantes Hurricane RR personalizadas. Este pacote de modificações está disponível não só para o BMW M4 Coupé mas também para o M4 Cabrio e BMW M3. Fica com as imagens:

g-power-bmw-m4-coupe-2

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter