Apresentação

O Caterham Seven Sprint celebra os 60 anos do Lotus Seven

O tempo não volta atrás, mas podemos fingir que sim.

Dificilmente haveria sítio melhor para a apresentar o Caterham Seven Sprint do que no Goodwood Revival, um festival no sul de Inglaterra que recria o espírito da década de 50 e 60. No passado fim de semana, a marca britânica levou até aos jardins de Lord March a sua nova criação, que presta homenagem não só ao evento mas também ao histórico Lotus Seven de 1957.

Baseando-se no próprio Seven 160, a Caterham desenvolveu uma versão clássica a pensar nos mais nostálgicos… e não só. O Caterham Seven Sprint está equipado com um pequeno motor de três cilindros com 660 cc de capacidade e 80 cv de potência, mais do que suficiente para uns passeios em grande estilo pelas curvas e contra curvas da Serra de Sintra. O Seven Sprint faz-se valer pelo seu baixo peso para acelerar dos 0 a 100 km/h em apenas 6,9 segundos.

caterham-seven-sprint-3

A NÃO PERDER: É para aqui que vão os Porsches quando morrem…

“Sabemos que há vários puristas que apreciam o nível de detalhe a que chegámos para tentar replicar o espírito destes clássicos”, afirma Graham Macdonald, CEO da Caterham. “É um carro que foi construído nos dias de hoje, com todos os benefícios ao nível da engenharia, mas com a essência dos anos 60”.

Por fora, à semelhança do Lotus Seven, a carroçaria está disponível em seis tons originais; também jantes em creme, faróis traseiros e sistema de escape replicam o modelo de 1957. De resto, o ambiente “retro” estende-se até ao interior, onde encontramos um volante em madeira, bancos em pele (em tons de vermelho), tablier e mostradores ao estilo do Lotus Seven, que cumpre as 6 décadas de produção no próximo ano.

O Caterham Seven Sprint, limitado às 60 unidades, já está disponível para encomendas, com um preço de 27,995 libras (cerca de 33 mil euros) para o mercado europeu.

caterham-seven-sprint-4

Mais artigos em Notícias