Insólito

Porque é que Steve Jobs conduzia um SL 55 AMG sem matrícula?

Recordamos uma história curiosa que tem como protagonistas o fundador da Apple, Steve Jobs, e um Mercedes-Benz SL 55 AMG sem matrícula.

Numa altura em que os utilizadores do aparelhos da Apple celebram o lançamento de um novo sistema operativo, recordamos uma história curiosa que tem como protagonistas o fundador da Apple, Steve Jobs, e um Mercedes-Benz SL 55 AMG sem matrícula.

Steve Jobs é uma das personalidades mais fascinantes e enigmáticas da era moderna. Conhecido pela sua genialidade e capacidade de antever tendências, foi responsável pela criação de um dos maiores gigantes tecnológicos mundiais: a Nokia. Desculpem… a Apple. Aquela marca da maçã dentada que vende telefones caríssimos e que quase toda a gente ambiciona ter, conhecem?

Devo dizer que também entrei para a tribo Apple há uns meses e confesso que até estou a gostar da experiência (apesar de ainda chorar o dinheiro que dei pelo raio do telemóvel).

VÊ TAMBÉM: Lotus Mark I. Onde está o primeiro Lotus construído pelo seu fundador?

Mas o que nos trás aqui são os automóveis, não são os telemóveis. E Steve Jobs, contrariamente ao que pudéssemos imaginar não conduzia um modelo híbrido da moda. Nada disso, conduzia um Mercedes-Benz SL 55 AMG. Seria o Steve Jobs um petrolhead?

Mercedes-Benz SL55 AMG

O carro sem matrícula

Talvez não fosse petrolhead e só tivesse bom gosto, nada mais. Faz sentido que um homem que não queria perder tempo a escolher roupa também não quisesse perder muito tempo no trajeto casa-trabalho-casa, e desse ponto de vista escolher um desportivo confortável como o SL faz todo o sentido. E porquê usá-lo sem matrícula e estacioná-lo nos lugares reservados a deficientes?

Talvez apenas porque podia. Porque era o Steve Jobs e porque era multi-milionário. Jobs circulava sem matrícula na Califórnia graças a uma lacuna na legislação deste estado. Segundo a lei CVC 4456 do estado da Califórnia, é possível circular na via pública com um veículo sem matrícula até seis meses após a sua aquisição, desde que autorizado pela entidade rodoviária responsável e com um dístico no pára-brisas.

steve-jobs-think-different

O Mercedes-Benz SL 55 AMG de Steve Jobs pertencia a uma locadora, e sempre que o contrato de leasing cumpria seis meses, Steve Jobs entregava o carro e levantava outro exactamente igual. Et voilá… carro sem matrícula durante mais seis meses — uma chico-espertice saloia, diga-se em abono da verdade! Segundo algumas notícias que circulam na internet, Steve Jobs deixou o prazo de seis meses vencer algumas vezes e teve inclusivamente de pagar algumas coimas avultadas… 65 dólares.

Foi por estas e por outras que o estado da Califórnia anunciou recentemente que vai revogar esta lei. Em causa está a dificuldade em identificar os veículos sem matrícula que circulam em excesso de velocidade e ainda um caso de atropelamento e fuga envolvendo um veículo nestas condições – o peão acabou por morrer na sequência deste atropelamento.

Sendo certo que não é possível afirmar com 100% certeza o motivo porque Steve Jobs circulava num carro sem matrícula, a resposta mais óbvia é no entanto o facto desta lacuna na lei permitir a Steve Jobs conduzir a velocidades acima dos limites legais e estacionar em locais para deficientes de forma quase impune.

Steve Jobs morreu em 2011, tinha 56 anos e não tinha tempo a perder…

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos