Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Porsche diz “não” à condução autónoma

Numa altura em que a indústria automóvel parece estar a preparar um ataque ao prazer de condução, a Porsche mantém-se fiel às suas origens.

Ao contrário de outros fabricantes, nomeadamente dos seus rivais BMW, Audi e Mercedes-Benz, a Porsche tão cedo não irá ceder à tendência da indústria para os carros autónomos. Oliver Blume, CEO da Porsche, garantiu à imprensa alemã que a marca de Estugarda não está interessada no desenvolvimento das tecnologias de condução autónomas. “Os clientes querem conduzir um Porsche por eles próprios. Os iPhones devem estar é no bolso…”, afirmou Oliver Blume, distinguindo a natureza dos dois produtos logo à partida.

RELACIONADO: 15% dos carros vendidos em 2030 serão autónomos

Contudo, no que toca às motorizações alternativas, a marca alemã já anunciou a produção do novo desportivo elétrico, o Porsche Mission E, que será o primeiro modelo de produção da marca sem motor de combustão interna. Além disso, está prevista uma versão híbrida do Porsche 911.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias