Ao volante

Novo Hyundai Tucson, mudar é bom

O novo Hyundai Tucson aposta todos os seus trunfos na habitabilidade, segurança e qualidade. Argumentos importantes num segmento muito concorrido.

Em Cascais

Mudança. Mais que uma palavra, é o mote do novo Hyundai Tucson, modelo que segundo a Hyundai representa um novo salto qualitativo e tecnológico para o construtor.

Num primeiro contacto (muito breve), foi possível constatar que efectivamente a marca sul-coreana não se ficou pelas intenções: o novo Hyundai Tucson aproximou-se efectivamente das principais referencias do mercado, superando-as inclusivamente em alguns aspectos – considerações que vamos aprofundar brevemente num ensaio mais longo.

Inserido no segmento dos SUV compactos (rival directo do Qashqai, Peugeot 3008 e VW Tiguan), o novo Tucson apresenta-se com um design robusto e atlético, onde se destaca a grelha dianteira hexagonal e os faróis rasgados que nos remetem de imediato para a nova identidade da Hyundai.

Hyundai Tucson 2015

Em termos de habitáculo, o Hyundai Tucson apresenta-se mais refinado, recorrendo à filosofia matrix para combinar elegância e ergonomia de forma mais perceptível do que no Hyundai IX35 – modelo que agora cessa funções. Mais espaço a bordo e materiais de qualidade são alguns dos destaques no novo Tucson.

A nível de motorizações, a gama é composta por um motor 1.6 GDI de 132 cv a gasolina e um 1.7 CRDi de 115cv e 280Nm de binário. O Hyundai Tucson promete consumos entre os 4,6l e os 6,3l /100km, sendo a vertente a gasóleo a mais económica.

RELACIONADO: Hyundai i40 SW: reforçar a competitividade 

Os preços, que competem lado a lado com o Nissan Qashqai, Kia Sportage, VW Tiguan, Peaugeot 3008 e Mazda CX-5, começam nos 25 800 euros para a versão 1.6 GDI e nos 28 000 euros para a motorização 1.7 CRDi. Para o nível de equipamento Premium (1.7 CDRi), os preços iniciam-se nos 36 605 euros. Porém, até ao dia 31 de março a Hyundai dispõe de uma campanha para este modelo reduzindo o preço de entrada: o 1.6 GDI fica por 23 550 euros e o 1.7 CRDi por 26 550 euros (através de financiamento Hyundai).

Nota final para outro argumento importante, o novo Hyundai Tucson é Classe 1 nas portagens quando associado ao dispositivo da Via Verde. Em junho chegará a motorização 1.7 CRDi de 140 cv associada à caixa automática de dupla embraiagem de sete velocidades (7DCT).

Hyundai Tucson 2015
Hyundai Tucson 2015

Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto

Os mais vistos