Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Primeiro veículo elétrico de competição português

Chama-se FST 04e, é o primeiro veículo 100% elétrico e 100% português, e foi desenvolvido por 17 alunos do Instituto Superior Técnico com o apoio da Novabase.

Este protótipo foi o primeiro do género, locomovido a energia elétrica depois de vários anos a apostar num troféu universitário nos mesmos moldes, mas tendo por base um motor de combustão interna. Mais especificamente, um motor de 4 cilindros e 600 cc oriundo de uma Honda CBR 600 com restrições ao nível da admissão e onde se procurava retirar o máximo rendimento do motor por cada litro de combustível.

Nesta linhagem, o FST 04e representa a quarta geração dos veículos construídos pela equipa Projecto FST Novabase e o primeiro com propulsão elétrica. Este monolugar de competição conta com uma suspensão idêntica à usada nos carros de Fórmula 1 e é composto por um chassis tubular em aço, soluções que, alias, transitam do anterior projeto. A grande inovação está na utilização de dois motores elétricos extremamente leves e potentes, debitando cerca de 35 cv cada, alimentados por uma unidade de bateria de lítio-fosfato-ferro. O FST 04e foi projetado para excelentes performances em pista, indo dos 0 aos 100 km/h em apenas 4 segundos.

“Este desafio vem pôr à prova todos os conhecimentos que adquirimos no âmbito universitário. No entanto vai mais além e permite-nos inovar em equipa e desenvolver novas competências. A Formula Student é uma oportunidade única e também uma porta de acesso para mercados tão exigentes como o automóvel ou energias, para além de ter vindo a despertar o interesse e apoio de várias multinacionais, que acabam por recrutar os melhores recursos para as suas equipas”.
André Cereja, team leader do projecto

Pedro Lammy aceitou ser o padrinho deste projeto e não pode deixar de elogiar o esforço destes jovens
“É de louvar o trabalho que os nossos futuros engenheiros fazem. Tento dar o meu contributo em termos de afinações e todo o tipo de ajuda que um piloto pode dar. Está formada uma grande equipa de engenheiros que um dia, eventualmente, podem chegar à Fórmula 1.”

Da nossa parte, é com enorme satisfação que vê-mos evoluir aquele que talvez venha a ser o futuro do automóvel, e que por ironia do destino foi também o seu primórdio mais longínquo. Como sabem, os primeiros automóveis era propulsionados por motores eléctricos, porém, os mesmos motivos que hoje complicam a sua implementação também na altura ditaram a sua extinção: fraca autonomia e peso excessivo das baterias.

Esperamos que, com esta meritória investigação, mais alguns passos tenham sido dados no sentido de debelar estas e outras contrariedades na disseminação destas e outras tecnologias no nosso dia-a-dia. 

Em nome da Razão Automóvel estão de parabéns pela iniciativa!
Aqui fica um vídeo do FST 04e em prova no Formula Student Spain 2011

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter