Stellantis junta-se à Samsung para criar fábrica de baterias nos EUA

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Stellantis junta-se à Samsung para criar fábrica de baterias nos EUA

A Stellantis e a Samsung SDI vão investir mais de 2,3 mil milhões de euros numa "joint venture" para fazer uma fábrica de baterias nos EUA.

Com ambiciosos objetivos de eletrificação nos EUA, a Stellantis anunciou uma joint venture com a Samsung SDI para criar uma fábrica de baterias em Kokomo, no estado do Indiana, nos EUA.

A empresa que vai nascer desta joint venture investirá inicialmente 2,5 mil milhões de dólares (2,3 mil milhões de euros), valor que poderá aumentar gradualmente até aos 3,1 mil milhões de dólares (2,9 mil milhões de euros).

A construção da fábrica deverá arrancar ainda este ano e o começo da produção está previsto para o primeiro trimestre de 2025. No total, esta fábrica deverá criar 1400 novos postos de trabalho na região.

A NÃO PERDER: China cada vez mais dominante. Crise de baterias na Europa em 2025 diz relatório
Ram EV
Também a RAM beneficiará da nova fábrica, estando a preparar a sua primeira pick-up 100% elétrica.

Um passo rumo ao futuro

Inicialmente esta fábrica terá uma uma capacidade de produção anual de 23 GWh, sendo que depois esta poderá crescer até aos 33 GWh. Certo é que esta fábrica é um dos «pilares» da estratégia “Dare Forward 2030” na qual a Stellantis estabelece como meta vender anualmente cinco milhões de veículos elétricos a bateria até 2030 a nível mundial.

Acerca desta fábrica de baterias, Carlos Tavares, diretor executivo da Stellantis, afirmou: “Há pouco menos de um ano comprometemo-nos com uma estratégia de eletrificação agressiva, ancorada em cinco gigafábricas entre a Europa e a América do Norte (…) Este anúncio fortalece, ainda mais, a nossa pegada global de produção de baterias e demonstra a dinâmica da Stellantis rumo a um futuro descarbonizado delineado no plano ‘Dare Forward 2030”.

VEJAM TAMBÉM: Carlos Tavares antecipa problemas no fornecimento de baterias na indústria automóvel

Já Yoonho Choi, diretor executivo da Samsung SDI ressalvou: “Garantimos uma posição sólida no mercado norte-americano de veículos elétricos através da joint venture com a Stellantis. Iremos fazer todo o possível para satisfazer este mercado com produtos de elevada qualidade e iremos contribuir para o cumprimento das metas das alterações climáticas”.

 

Sabe responder a esta?
Qual é a capacidade da bateria do Citroën Ami?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este Citroën não é um automóvel. Testámos o novo Citroën AMI

Mais artigos em Notícias