Porsche. Novo ano, novos recordes de vendas, receita e lucros

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Porsche. Novo ano, novos recordes de vendas, receita e lucros

A Porsche parece estar imune às várias crises que têm assolado a indústria automóvel, como os resultados recorde de 2021 comprovam.

Numa conferência online à qual a Razão Automóvel pôde assistir, Oliver Blume, Diretor Executivo da Porsche AG, e Lutz Meschke, Vice-Presidente do Conselho de Administração e Membro do Conselho de Administração para Finanças e IT, apresentaram os resultados de 2021 da Porsche AG e há motivos para festejar.

Afinal de contas, as crises passam e a Porsche AG parece imune a elas como comprovam os recordes de vendas, receita e resultado operacional alcançados no ano passado.

Comecemos pelas vendas. Pela primeira vez na sua história a Porsche ultrapassou a marca das 300 mil unidades, alcançando as 301 915 unidades entregues, um novo recorde.

A NÃO PERDER: É a mais rápida do mundo. Conduzimos a nova Porsche Taycan Sport Turismo

Número que correspondeu a um volume de vendas de 33,1 mil milhões de euros, mais 4,4 mil milhões do que em 2020, representando um crescimento de 15%.

Os best-seller da Porsche

Como seria de esperar, os best-seller da Porsche foram os seus SUV. Do Macan venderam-se 88 362 unidades e do Cayenne foram entregues 83 071.

No último lugar do pódio ficou o elétrico Taycan, que, com 41 296 unidades, viu as vendas duplicar, ultrapassando o icónico 911. Ainda assim, o 911 alcançou as 38 464 unidades vendidas, também um novo recorde.

Porsche best-sellers
Vendas da Porsche por modelos em 2021.

Outro dado interessante revelado nesta conferência diz respeito ao «peso» dos modelos eletrificados (elétricos e híbridos plug-in) nas vendas da Porsche na Europa que foi de praticamente 40%.

O mercado individual que registou o maior volume para a Porsche foi, sem surpresa, a China, com quase 96 mil unidades vendidas, um aumento de 8% face a 2020.

Oliver Blume, diretor executivo da Porsche AG; Lutz Meschke, Vice-Presidente do Conselho de Administração e Membro do Conselho de Administração para Finanças e IT; Porsche 911 Targa 4 GTS
Da esquerda para a direita: Oliver Blume, diretor executivo da Porsche AG; Lutz Meschke, Vice-Presidente do Conselho de Administração e Membro do Conselho de Administração para Finanças e IT, tendo como companhia o 911 Targa 4 GTS.

Também nos Estados Unidos da América as vendas da Porsche cresceram 22%, subindo para pouco mais de 70 mil unidades.

Já na Europa as vendas também cresceram 7%, alcançando as 86 160 unidades. Só na Alemanha, por exemplo, as vendas cresceram 9% para quase 29 mil unidades.

Vendas recorde, lucros também

Além das vendas recorde, também o lucro operacional nunca foi tão alto: 5,3 mil milhões de euros, superando o valor do ano anterior em 1,1 mil milhões de euros (+27%).

Valores que se traduzem num retorno operacional sobre as vendas de 16%, superando os 14,6% em 2020.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o protótipo Porsche C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Fica a conhecer o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias