Novos Jeep Renegade e Compass e-Hybrid também estreiam novo motor a gasolina

Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Novos Jeep Renegade e Compass e-Hybrid também estreiam novo motor a gasolina

Equipados com um nova mecânica híbrida 48 V, os Jeep Renegade e Compass e-Hybrid juntam-se aos híbridos plug-in 4xe.

Depois das versões híbridas plug-in 4xe, os Jeep Renegade e Compass receberam uma nova variante eletrificada designada e-Hybrid.

Se o nome nos indica que se trata de uma nova variante híbrida, o sistema elétrico paralelo de apenas 48 V «empurra-nos» para um sistema mild-hybrid (semi-híbrido).

Porém, a Jeep anuncia para os Renegade e Compass e-Hybrid um conjunto de funcionalidades e capacidades mais típicas de veículos híbridos convencionais.

A NÃO PERDER: Jeep Renegade 4xe Trailhawk. O melhor trepador da classe foi eletrificado. Convenceu?
Jeep Compass e Renegade e-Hybrid

Por exemplo, a Jeep diz que estes novos e-Hybrid podem ser colocados em funcionamento sem ser preciso ligar o motor de combustão (o que não é possível num mild-hybrid) e até tem um modo elétrico (Electric Drive) com capacidades elétricas aumentadas:

  • e-Launch: liga o veículo usando apenas o motor elétrico, ao ligar ou reiniciar em semáforos;
  • e-Creeping: simula o arranque em primeira velocidade de um automóvel a combustão com caixa automática;
  • e-Queueing: deslocação em modo 100% elétrico no «pára-arranca»;
  • e-Parking: permite estacionar os dois SUV somente com recurso ao motor elétrico.

Como outros veículos eletrificados também estes e-Hybrid têm sistema de recuperação de energia através da desaceleração e travagem, e o motor elétrico pode dar um boost na performance aumentando o binário que chega às rodas em acelerações ou retomas de aceleração mais intensas.

Como é que o conseguiram?

Apesar de assentar apenas num sistema elétrico de 48 V (um híbrido convencional pode ter um sistema de mais de 200 V), os Renegade e Compass e-Hybrid não trazem apenas um motor elétrico (como os restantes mild-hybrid), mas dois motores elétricos (como acontece com os híbridos convencionais).

O primeiro é um motor-gerador ligado por correia (BSG – Belt driven Starter Generator) ao motor de combustão, como acontece com tantos outros mild-hybrid.

Jeep Renegade

A novidade reside no segundo motor elétrico instalado numa nova transmissão de dupla embraiagem de sete velocidades (7HDT300). Este debita 15 kW (20 cv) e 55 Nm, o que permite capacidades acrescidas às dos tradicionais mild-hybrid.

VEJAM TAMBÉM: Suzuki Vitara ganha híbrido e já tem preço para Portugal

A Jeep ainda não revelou qual a capacidade da bateria ou se existe uma autonomia para o anunciado modo elétrico, mas anuncia reduções de consumos e emissões de CO2 na ordem dos 15%.

Motor de combustão também é novidade

A outra parte da cadeia cinemática híbrida destes Renegade e Compass e-Hybrid é o seu motor de combustão que também é uma novidade absoluta na marca.

Jeep Renegade e Compass e-Hybrid

Trata-se de um novo quatro cilindros turbo com 1.5 l (uma evolução do atual 1.3) que debita 130 cv e 240 Nm, que recebeu várias alterações para melhorar a sua eficiência. Talvez a principal é o de funcionar de acordo com o mais eficiente ciclo Miller ao invés do mais tradicional ciclo Otto.

Uma opção que se traduziu numa taxa de compressão elevada para um motor sobrealimentado (12:5:1), caracterizando-se ainda por uma câmara de combustão mais compacta, temporização variável de válvulas de dupla fase e condutas de admissão especiais de ‘elevada turbulência’ e um sistema de injeção direta de alta pressão (até 350 bar).

Ao contrário dos 4xe, os novos Renegade e Compass e-Hybrid apresentam-se apenas com tração às rodas dianteiras.

 

Quando chegam?

De série os dois modelos contam com sistemas de segurança e ajuda à condução como o reconhecimento de sinais e o cruise control adaptativo, que é inteligente (capaz de «ler sinais» e adaptar a velocidade), sendo que o Compass até é capaz de condução semiautónoma (nível 2).

Jeep Renegade e Compass e-Hybrid

Tanto o Jeep Renegade e-Hybrid como o Compass e-Hybrid são parte integrante de uma estratégia da Jeep que passa por oferecer uma gama 100% eletrificada em alguns países da Europa (Portugal, Alemanha, França, Bélgica, os Países Baixos e os países nórdicos) já em 2022.

Já disponíveis para encomenda em Itália, na França e na Alemanha, os Jeep Renegade e Compass e-Hybrid ainda não viram revelados os seus preços para o mercado português. Também ainda não há uma data prevista para a sua chegada ao mercado nacional.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro Jeep Wrangler?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

A história do Jeep, das origens militares ao Wrangler

Mais artigos em Notícias