Novo Honda Civic Type R deixa-se ver e ouvir, mas continua camuflado

Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Tokyo Auto Salon 2022

Novo Honda Civic Type R deixa-se ver e ouvir, mas continua camuflado

O novo Civic Type R é a grande novidade da Honda para a edição deste ano do Tokyo Auto Salon. Mas a camuflagem ainda continua «vestida»…

O novo Honda Civic Type R já foi apresentado no Tokyo Auto Salon 2022, ainda que vestido com a densa camuflagem que o tem acompanhado em todos os testes dinâmicos.

Para o vermos ao descoberto ainda vamos ter de esperar mais alguns meses. Mas para nos «abrir o apetite», a marca nipónica não só o mostrou no seu certame caseiro como ainda divulgou um vídeo da nova geração deste icónico modelo no circuito de Suzuka.

O vídeo é rápido e não mostra muito, mas chega para confirmar o que a Honda já nos tinha prometido: o Civic Type R será o único modelo do catálogo da marca japonesa a não ser eletrificado.

A NÃO PERDER: Regressei ao Honda Civic Type R EP3. A vida continua depois das 8000 RPM…
Honda Civic Type R

O mesmo é dizer que a base motriz vai continuar a ser o bloco 2.0 turbo de quatro cilindros da geração atual (FK8), ainda que haja a possibilidade dos números de potência (320 cv) e binário (400 Nm) poderem a vir ser melhorados.

Contudo, esses números finais continuam no «segredo dos deuses», ainda que a Honda nos prometa que este será “o Civic Type R com melhor performance de sempre”.

Imagem mais agressiva?

Quanto à imagem, e apesar da camuflagem continuar a manter grande parte dos elementos visuais escondidos, podemos esperar uma continuidade a vários níveis face ao modelo atual, em vez de uma quebra completa, ainda que menos «berrante».

O Civic Type R vai continuar a contar com um «corpo» baixo e muito largo, um formato berlina (cinco portas, mas com silhueta mais em linha com a de um fastback), uma enorme asa traseira e claro, três saídas de escape centrais.

LEIAM TAMBÉM: O carro do dia a dia? Um Honda NSX com mais de 640 000 km

Vêem-se diferenças substanciais nos para-choques, mas que mantém um desenho agressivo. Na dianteira, destaque ainda para uma grelha de maiores dimensões. De perfil, saltam à vista as saias muito proeminentes e claro, o sistema de travões Brembo com pinças vermelhas.

Já na traseira é impossível ignorar a enorme asa, que surge montada numa posição distinta da do Type R atual e conta com apoios também eles diferentes.

 

Sabe responder a esta?
A produção do Pininfarina Battista é limitada a quantos exemplares?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ao volante do Pininfarina Battista. Insanidade elétrica a transbordar estilo

Mais artigos em Notícias