Este podia ser o 156 GTAm que a Alfa Romeo nunca nos deu

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Tuning

Este podia ser o 156 GTAm que a Alfa Romeo nunca nos deu

Oficialmente, nunca houve um Alfa Romeo 156 GTAm, mas agora existe um, graças à paixão de um "alfista" alemão.

Houve um Alfa Romeo 156 GTA, mas nunca chegou a ser lançado um 156 GTAm. Caso o tivesse lançado, poderia ter sido algo muito parecido a este exemplar que aqui vos mostramos, construído por um fã da marca de Arese.

Para conhecermos o primeiro GTAm (Gran Turismo Allleggerita modificato) da Alfa Romeo é preciso recuar até 1969, ano em que foi apresentado o Giulia GTAm — para entrar na classe de 2000 cm3 dos campeonatos de turismos da altura. O segundo GTAm a ser lançado? Foi mesmo em 2021, quando foi revelado o novo Giulia GTAm — com base no Giulia atualmente em comercialização.

Entre estes dois modelos, a fabricante italiana nunca usou a sigla, mas pelo meio lançou modelos muito especiais, entre eles o já mencionado 156 GTA, modelo que este alfista (de seu nome Simon Weginer) considerou ser a base perfeita para criar uma espécie de elo de ligação entre os dois modelos, preenchendo um vazio de tantas décadas.

A NÃO PERDER: Alfa Romeo Giulia GTAm. 540 cv e menos 100 kg. A derradeira berlina desportiva?
Alfa Romeo 156 GTAm le_tre_rosse

A própria Alfa Romeo chegou a mostrar um protótipo que antecipava um 156 GTAm em 2002, mas nunca o resolveu produzir. Felizmente a criação de Simon Weginer deu corpo a todas essas ideias e não há outra forma de o dizer: o resultado final é fantástico.

Tudo começou no início de 2020, quando este alemão comprou um Alfa Romeo 156 GTA, depois de se apaixonar pelo barulho do V6 Busso naturalmente aspirado de 3.2 l. E pouco depois começaram as modificações, que parecem ser intermináveis.

Alfa Romeo 156 GTAm le_tre_rosse

O motor V6 continua a ser naturalmente aspirado, mas graças a um novo sistema de escape da Extreme Tuning (com um silenciador da Ragazzon) e a um novo sistema de admissão em carbono, passou a superar os 300 cv de potência — de série o 156 GTA produzia 250 cv e 300 Nm.

No capítulo dinâmico, importa destacar as barras estabilizadoras Eibach e as pinças de travões da Brembo.

Quanto ao visual, Simon Weginer optou por mantê-lo sóbrio e alinhado com o caráter da marca milanesa. Não há por isso alargamentos exagerados ou elementos em fibra de carbono exposta, ou uma asa traseira que podia servir de estendal.

LEIAM TAMBÉM: Glórias do Passado. Alfa Romeo 156 GTA, sinfonia italiana

Destaca-se apenas o acrescentar do famoso Quadrifoglio Verde junto às cavas das rodas dianteiras, os emblemas GTAm e umas jantes OZ Alleggerita de 18” com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 «calçados».

No habitáculo, mais modificações. Os bancos dianteiros são da Recaro e, tal como o volante, têm um acabamento central em Alcantara. Atrás, onde costumavam estar os bancos traseiros, e à imagem do novo Giulia GTAm, surge agora uma gaiola de segurança onde estão presos os cintos de quatro apoios da Schroth Racing.

Não faltam, por isso, motivos que fazem deste one-off um Alfa muito especial e digno da sigla que carrega. Não concordam? E para acabar em beleza, nada melhor que ouvir este V6 Busso a “gritar”:

Fonte: le_tre_rosse (Instagram)

Sabe responder a esta?
Qual a potência do Alfa Romeo Giulia Quadrifoglio?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Alfa Romeo Giulia Quadrifoglio. Um teste à engenharia e beleza italiana

Mais artigos em Notícias