Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Autoestradas

Espanha vai ter portagens em todas as autoestradas. Preço pode ser até nove vezes inferior ao de Portugal

Há dois métodos de pagamento em estudo, sendo que um é idêntico ao português. Mas esta semelhança fica resumida à forma, já que o valor estimado é bem diferente.

A partir de 2024 todas as autoestradas de Espanha que até agora eram gratuitas vão passar a ter portagens. As ligações com Portugal serão afetadas.

O anúncio foi feito pela ministra dos Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana, Raquel Sánchez, que confirmou um “sistema de tarifa” para a utilização de todas as autoestradas públicas com o objetivo de financiar os gastos de conservação e manutenção das vias.

Os detalhes e o custo de cada portagem ainda são desconhecidos, mas de acordo com o jornal espanhol El Mundo, o governo de Pedro Sanchéz está a considerar cobrar um cêntimo por quilómetro. A confirmar-se, este será um valor consideravelmente mais baixo do que o das autoestradas portugueses.

A NÃO PERDER: Portagens em todas as autoestradas da União Europeia? É o que a Alemanha propõe

Portagem Espanha

Autoestradas portuguesas até nove vezes mais caras

Se usarmos a A1 (Autoestrada do Norte) como exemplo, e de acordo com os dados do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), o custo por quilómetro é de 0,08 €/km. Por outras palavras, a principal autoestrada portuguesa poderá custar oito vezes mais por quilómetro ao utilizador do que uma autoestrada espanhola.

Se por outro lado usarmos a A8 como termo de comparação, e novamente recorrendo aos dados do IMT, constatamos que o custo por quilómetro ainda é ligeiramente mais elevado: 0,09 €/km. Ou seja, nove vezes superior ao valor que está a ser equacionado pelo executivo espanhol.

Ligações a Portugal afetadas

De acordo com as primeiras previsões feitas pelo El Mundo, existem quatro ligações a Portugal que poderão ser afetadas por esta medida, que a ministra Raquel Sánchez descreveu como “sustentável, rigorosa e justa”.

  • Autoestrada A5, que liga Badajoz a Madrid e que faz a ligação a Portugal na zona de Elvas;
  • Autoestrada A52 (Vigo a Villabrázaro), que faz ligação a Portugal a partir de Valença;
  • Autoestrada A62 (Ciudad Rodrigo a Burgos) que liga a Portugal em Vilar Formoso;
  • Autoestrada A49 (Ayamonte a Sevilha), que faz a ligação ao nosso país junto a Vila Real de Santo António.

Dois planos de pagamento em estudo

O governo espanhol está a estudar dois planos de pagamento das portagens, que de acordo com Raquel Sánchez, têm de estar definidos ainda este ano.

LEIAM TAMBÉM: Portagens. Como posso saber a que classe pertence o meu carro?

O primeiro é em tudo semelhante ao sistema de portagens português: cada utilizador/condutor paga em função dos quilómetros que percorre.

Se este for o plano escolhido, o pagamento poderá ser feito através de um mecanismo automático (como a Via Verde) ou através de pórticos de portagem.

Já o segundo modelo é inspirado no que já acontece em países como a Áustria e a Suíça: uma vinheta (pode ou não ser anual) com uma tarifa fixa que permite circular em todas as autoestradas espanholas.

Fonte: El Mundo

Mais artigos em Notícias