Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Combustíveis

Já são mais de 380 os postos a vender gasolina a dois euros o litro

Valor diz respeito à gasolina 98 aditivada. Governo já anunciou que não vai diminuir carga fiscal sobre os combustíveis em 2022.

De acordo com o site Preço dos Combustíveis Online da Direção Geral de Energia e Geologia, já são mais de 380 os postos em Portugal a comercializar gasolina 98 por um valor igual ou superior a dois euros por cada litro de combustível. Já existem mesmo nove postos que ultrapassaram a barreira dos dois euros por litro.

O posto com o combustível mais caro do país — à data da publicação desta notícia — está situado em Baião, distrito do Porto. Está a comercializar o litro da gasolina 98 por 2,10 euros. Também a gasolina 95 simples está a atingir registos históricos, uma vez que já está a ser vendida acima dos 1,85 €/litro em 19 postos do nosso país.

Desde o início do ano, o gasóleo já subiu 38 vezes (desceu oito). A gasolina já aumentou 30 vezes desde janeiro (baixou sete vezes).

A NÃO PERDER: Descida nos impostos sobre os combustíveis? Primeiro-Ministro afasta essa hipótese
Posto combustível diesl gasolina

Recorde-se que o preço do gasóleo e da gasolina sofreu um aumento significativo pela segunda semana consecutiva: o gasóleo subiu, em média, 3,5 cêntimos por litro; a gasolina aumentou, em média, 2,5 cêntimos.

Mas apesar dos preços recorde dos combustíveis, a proposta do Orçamento do Estado não prevê mudanças ao nível da carga fiscal sobre combustíveis, com o Governo a não propor qualquer alteração ao Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP).

Graças a esse imposto, o executivo de António Costa conta até aumentar a receita em 3% em 2022, arrecadando mais 98 milhões de euros no próximo ano.

Tal como o ISP, também o adicional à taxa do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) para a gasolina e gasóleo vai continuar em vigor em 2022.

Recorde-se que Governo introduziu esta taxa adicional em 2016, anunciada como temporária, para fazer face aos preços do petróleo, que à época atingiram níveis historicamente baixos (entretanto voltaram a subir…), para recuperar a receita que estava a perder em IVA.

LEIAM TAMBÉM: Impostos sobre os combustíveis. Desde 2015 a Taxa de Carbono mais do que quadruplicou

Na proposta do Orçamento do Estado está prevista a continuação do “adicional às taxas do imposto sobre os produtos petrolíferos e energéticos, no montante de 0,007 euros por litro para a gasolina e no montante de 0,0035 euros por litro para o gasóleo rodoviário e para o gasóleo colorido e marcado”.

Sabe responder a esta?
Em que ano se disputou o primeiro GP de Portugal de Fórmula 1?

Mais artigos em Notícias