Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilão

Este Pajero Evolution relembra-nos porque é que gostamos dos «especiais de homologação»

Criado para "contornar" o fim dos protótipos da classe T3, o Mitsubishi Pajero Evolution é um dos mais peculiares especiais de homologação e este procura um novo dono.

Quando em 1996 os organizadores do Dakar decidiram pôr termo aos protótipos da classe T3, a Mitsubishi viu-se obrigada a ser criativa e para “contornar” essas regras criou um dos «especiais de homologação» mais genuínos e também um dos menos conhecidos: o Mitsubishi Pajero Evolution.

Criado especificamente para ser a base do modelo com o qual a Mitsubishi ia concorrer na classe T2 do Dakar (na qual competiam modelos derivados de carros de produção), o Pajero Evolution era mais um modelo de competição “domesticado” do que um carro de estrada preparado para correr.

No total apenas foram produzidas 2693 unidades destes Pajero muito especiais entre 1997 e 1999, sendo que dessas somente 87 se apresentavam na cor “Passion Red” do exemplar de que vos falamos hoje. Leiloado no site “Chrome Temple”, este Pajero Evolution “mora” em Melbourne, na Austrália.

A NÃO PERDER: Citroën BX 4TC: o carro de ralis que a Citroën quis esquecer

Em bom estado geral, a verdade é que apesar de ser uma “peça de coleção” não tem estado parado. Com 164 283 quilómetros no odómetro, este Pajero Evolution foi alvo de uma revisão em agosto deste ano e à data da publicação deste artigo vê a licitação mais alta fixar-se nos 50 mil dólares australianos (perto de 31 mil euros).

O “super-Pajero”

Equipado com um vistoso kit aerodinâmico, o Pajero Evolution representava uma autêntica revolução face ao modelo “normal”. Para começar, foi o primeiro Mitsubishi Pajero com suspensão independente em ambos os eixos.

Mas há mais. Apesar de manter o muito competente sistema Super Select 4WD, este “super-Pajero” tinha diferenciais autoblocantes Torsen à frente e atrás e viu ainda as vias serem alargadas.

Quanto ao motor, a animá-lo estava um V6 com 3.5 l, 24 válvulas, duas árvores de cames à cabeça e o sistema MIVEC (que garantia a abertura variável das válvulas) que debitava 280 cv e 348 Nm e surgia associado a uma caixa de cinco velocidades manual ou automática.

Tendo em conta todos os ingredientes, deixamos-vos uma pergunta: gostavam de ter este “especial de homologação” na vossa garagem?

Sabe responder a esta?
Qual é a potência máxima combinada do novo Mitsubishi Eclipse Cross PHEV?

Mais artigos em Notícias