Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Ford GT “veste-se a rigor” para homenagear os protótipos originais

A entrar no último ano de produção, o Ford GT "vestiu-se a rigor" para homenagear os protótipos originais e nasceu o GT ’64 Prototype Heritage Edition.

Lançada em 2015, a atual geração do Ford GT entra em 2022 no seu último ano de produção e para se despedir em grande “vestiu-se a rigor”, ganhando a sua sexta, e última, Heritage Edition.

Depois de várias Heritage Edition, uma delas para homenagear a vitória de Ken Miles nas 24 Horas de Daytona em 1966, com uma decoração que imitava a do GT usado naquela prova, a que vos trazemos hoje foi buscar inspiração aos “pais” de todos os Ford GT, os protótipos do superdesportivo norte-americano produzidos em 1964.

No total, dos cinco protótipos produzidos só um é que se manteve com a pintura original, o GT/105, e é precisamente essa que este GT ’64 Prototype Heritage Edition replica.

 

Os GT/101 e GT/102 foram destruídos em crash-tests para correr em Le Mans e Monza. Já os GT/103 e GT/104 foram repintados após obterem, respetivamente, o primeiro e terceiros lugares em Daytona e estão no museu da Shelby.

A NÃO PERDER: Radford Type 62-2. É assim que se faz um desportivo nostálgico com genes Lotus

Um visual retro

Inspirado no GT/105, o Ford GT ’64 Prototype Heritage Edition apresenta-se pintado na cor “Wimbledon White” com um capô preto e uma risca que se estende do tejadiho até à traseira. O splitter, as saias laterais e o difusor são em fibra de carbono, material que também foi usado nas jantes de 20” pintadas na cor “Antimatter Blue”.

As pinças dos travões Brembo foram pintadas de cinzento com apontamentos em preto e no interior temos bancos em fibra de carbono forrados a Alcantara na cor “Lightspeed Blue”. Já o painel de instrumentos foi forrado a couro “Ebony”.

Por fim, no capítulo mecânico, a Ford não divulgou qualquer novidade. Desta forma, o Ford GT ’64 Prototype Heritage Edition continua a recorrer a um V6 EcoBoost com 3.5 l, 655 cv, 750 Nm que surge acoplado a uma caixa automática (dupla embraiagem) de sete relações e lhe permite alcançar os 347 km/h de velocidade máxima e cumprir os 100 km/h em menos de 3s.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançada a primeira geração do Ford Puma?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ainda te lembras dos pequenos coupé dos anos 90?

Mais artigos em Notícias