Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mercado

Mercado nacional cresce face a 2020, mas não a 2019

Entre janeiro e junho de 2021 o mercado nacional cresceu 27,3% face ao atípico 2020, mas ainda está 34,1% abaixo face a 2019.

Com o fecho do primeiro semestre de 2021, os dados avançados pela ACAP (Associação Automóvel de Portugal) para o mercado nacional revelam uma maioria de valores positivos face ao ano passado (seriamente afetado pela pandemia), mas negativos quando comparados com o último ano “normal” que tivemos, 2019, com uma queda a situar-se nos 34,1%.

Neste primeiro semestre de 2021 as vendas têm se mostrado mais fortes com um aumento progressivo face a 2020:

  • + 25,6% (equivalente a 87 445 unidades) na venda de ligeiros de passageiros;
  • + 31,7% (15 309 unidades) na venda de veículos ligeiros de mercadorias.
VEJAM TAMBÉM: Renault Arkana já tem preços para o mercado português
Mercedes Classe A 250 e

Os tempos complicam-se, mas os líderes mantêm-se

Independentemente de o número de vendas estar ainda em níveis reduzidos face a 2019, o pódio no mercado nacional mantém-se, com a Peugeot, Renault e Mercedes-Benz a ocuparem, respetivamente, primeiro, segundo e terceiro lugar.

Deste terceto, é de salientar os números competitivos entre as marcas francesas, com destaque para a Renault que, no mês de junho, foi capaz de reduzir expressivamente a sua distância face à Peugeot.

A marca do leão obteve em junho um número de vendas de 1523 unidades, enquanto a Renault superou-a largamente com a venda de 3247 unidades. Em última análise, no primeiro semestre de 2021, a Peugeot lidera o mercado nacional com uma diferença pequena de 493 unidades vendidas.

Citroën ë-Berlingo eletrico
Citroën ë-Berlingo, 2021

Relativamente às vendas de veículos ligeiros de mercadorias, estão em primeiro, segundo e terceiro lugar, respetivamente, a Renault, Peugeot e Citroën. A marca do losango supera-se com 2910 unidades vendidas face às 2391 unidades vendidas da Peugeot e às 1873 unidades vendidas da Citroën.

Porém, é importante referir que, quando somados ambos os valores referentes às vendas dos veículos ligeiros de passageiros e ligeiros de mercadorias, a Citroën ascende ao terceiro lugar entre as marcas automóveis mais vendidas, destronando a Mercedes-Benz, resultando num pódio 100% francês.

Mesmo assim, face a 2019, as vendas de veículos ligeiros de passageiros e ligeiros de mercadorias encontram-se ainda num espectro negativo, com uma quebra de 34,5% durante o primeiro semestre.

Neste primeiro semestre, o Top 10 de marcas que mais veículos ligeiros venderam foram:

Sabe responder a esta?
Em que ano o Alfa Romeu 156 foi Carro do Ano em Portugal?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Alfa Romeo 156. Vencedor do troféu Carro do Ano 1998 em Portugal

Mais artigos em Notícias