Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mercado

Mazda MX-5. Também a “resposta certa” para o pós-confinamento?

Curiosidade: o MX-5 tornou-se no segundo modelo mais vendido da Mazda em Portugal nos períodos de pós-confinamento em 2020 e 2021.

Existe uma espécie de “cliché” na imprensa automóvel que diz que o Mazda MX-5 é a “resposta certa” para tudo. Querem um carro divertido de se conduzir? MX-5. Querem se iniciar em modelos de tração traseira? MX-5. Andar de cabelos ao vento? Sim, já adivinharam… MX-5.

Temos de adicionar mais um argumento ao do MX-5 ser a “resposta certa” para tudo: é o carro ideal para esquecer a pandemia e todas as restrições a ela associadas pelas quais passámos (e ainda continuamos a passar) ao longo de praticamente 18 meses.

É o que podemos depreender do comunicado da Mazda Motor de Portugal, que evidencia a performance comercial do seu pequeno, mas emblemático roadster durante os períodos de pós-confinamento em Portugal:

Mazda MX-5 1.5 Skyactiv-G © Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

“Consideramos bastante curiosos os resultados que o Mazda MX-5 alcançou nesses períodos pós-confinamento, com o nosso icónico modelo a crescer em volume de vendas e em peso no nosso ‘mix’ de modelos, demonstrando o seu lado puramente emocional".

“Particularizando, num ano de 2020 em que o MX-5 representou 10% do ‘mix’ de vendas da Mazda, que em final de junho de 2021 cresceu para 13%, tendo atingido, pontualmente, um pico de peso no ‘mix’ da Mazda em março de 2021, com 25%, coincidente com o nosso segundo desconfinamento e o inicio da primavera.”

Pedro Botelho, Diretor de Vendas da Mazda Motor de Portugal
VEJAM TAMBÉM: Neste dia, o Mazda MX-5 foi o melhor carro do mundo…

Esta performance do Mazda MX-5, mesmo considerando o seu posicionamento nos segmentos mais acessíveis do mercado, reflete outras similares observadas em segmentos mais elevados, onde a venda de desportivos e superdesportivos está a conhecer picos na procura em vários mercados, coincidindo com o afrouxar das restrições.

Veja-se o exemplo da Lamborghini que está perto de esgotar a sua capacidade produtiva para o ano de 2021, apesar de só recentemente termos entrado no segundo semestre.

Mazda MX-5 © Razão Automóvel

Depois de tanto tempo limitados nos movimentos, nada parece significar melhor que “evasão” e emoção que um desportivo, nem que seja um tão pequeno como o MX-5.

Mais artigos em Notícias