Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

"Super-híbrido"

Czinger 21C. Este hiperdesportivo norte-americano chega aos 452 km/h

Produzido com recurso a impressão 3D, o Czinger 21C é um "super-híbrido" limitado a 80 exemplares e custa 1,8 milhões de euros.

Depois de há cerca de um ano o termos visto ainda em formato protótipo, agora ficamos finalmente a conhecer a versão de produção do Czinger 21C, um hiperdesportivo híbrido norte-americano que promete 452 km/h de velocidade máxima.

Com um visual marcado por um cockpit bastante estreito, algo que só é possível pela disposição dos dois lugares, em fila (tandem) e não lado a lado, o Czinger 21C cumpre com tudo o que o protótipo tinha prometido.

Os pontos de interesse em torno deste hiperdesportivo são muitos, mas um dos maiores destaques é o sistema propulsor, formado por dois motores elétricos montados no eixo dianteiro (um por roda, permitindo vetorização de binário) e por um motor — de fabrico próprio — V8 bi-turbo com apenas 2.88 l, cambota plana e um limitador às… 11 000 rpm.

A NÃO PERDER: Rimac Nevera. Este hipercarro elétrico tem 1914 cv e 2360 Nm
Czinger-21C

Existe ainda um terceiro motor elétrico que surge montado junto ao motor de combustão e que assume as funções de gerador e uma pequena bateria de titanato de lítio de apenas 1 kWh, uma solução não muito comum na indústria automóvel mas que oferece carregamentos mais rápidos por comparação com as mais conhecidas baterias de iões de lítio.

Contas feitas, o grupo propulsor deste C21 garante uma potência máxima combinada de 1250 cv (919 kW), mas a fabricante californiana já fez saber que haverá um upgrade disponível que acrescenta mais 100 cv ao sistema, para um total de 1350 cv (1006 kW).

1 kg por cavalo…

A somar a tudo isto, importa dizer que o C21 apresenta um peso seco de 1250 kg, um valor que acompanha os 1250 cv de potência máxima combinada, o que garante uma relação peso/potência “perfeita” de 1 kg/cv.

LEIAM TAMBÉM: Foram precisos 18 meses para pintar este Bugatti Divo “Lady Bug”
Czinger-21C

Equipado com uma caixa sequencial de sete velocidades, o C21 promete registos verdadeiramente alucinantes: 0 aos 100 km/h em 1,9s, 0 aos 300 km/h em 13,8s, 0 aos 400 km/h em 21,3s e 452 km/h de velocidade máxima.

A uma velocidade de 161 km/h, o C21 é capaz de gerar 615 kg de força descendente, número que sobe para uns ainda mais impressionantes 2500 kg a uma velocidade de 322 km/h. Graças à downforce gerada, na sua velocidade máxima, o C21 seria teoricamente capaz de andar “colado” ao teto de um túnel.

Tecnologia de impressão 3D

O C21 apresenta um desfile de números notável, mas as suas valias não se esgotam aí. Também a construção deste modelo merece a nossa atenção, uma vez que recorre à tecnologia de fabricação aditiva, vulgarmente conhecida como impressão 3D.

RELACIONADO: Testámos o McLaren Senna GTR. Um monstro exclusivo para as pistas
Czinger-21C

Muitos elementos da estrutura e do chassis do C21 foram feitos com recurso a esta tecnologia, sobretudo os mais complexos, que são impossíveis de produzir a partir de métodos de produção convencionais, ou então que obrigam a duas ou mais peças (posteriormente unidas) para conseguir a mesma função de uma peça só.

Foi precisamente esta tecnologia que permitiu desenvolver os orgânicos e complexos triângulos da suspensão do Czinger 21C, onde os braços são ocos e de espessura variável — ao permitir formas “impossíveis” a impressão 3D possibilita a otimização estrutural de qualquer componente para lá do que era possível até agora, usando menos material, reduzindo o desperdício e não menos importante, o peso.

A NÃO PERDER: Estrema Fulminea, o hiperdesportivo elétrico com baterias de estado sólido

Czinger-21C

Quanto custa?

Com uma produção limitada a apenas 80 unidades, o Czinger C21 — que estará disponível em duas versões (uma “low drag” e outra “high downforce“) — tem um preço a condizer com as suas capacidades: 1,8 milhões de euros.

Sabe responder a esta?
Qual a potência máxima combinada do Koenigsegg Gemera?

Mais artigos em Notícias