Vendas

Raríssimo SLS AMG Coupé Electric Drive custa quase tanto como um Bugatti

O Mercedes-Benz SLS AMG Coupé Electric Drive é um autêntico unicórnio. Talvez por isso esta unidade esteja à venda por mais de um milhão de euros.

Com (muito) menos de 100 unidades produzidas, o Mercedes-Benz SLS AMG Coupé Electric Drive, um superdesportivo elétrico nascido antes do tempo, é um autêntico unicórnio no mundo automóvel, sendo o único SLS AMG que abdicou do portentoso motor V8.

Com uma potência máxima de 750 cv e 1000 Nm, o SLS AMG Coupé Electric Drive contava com quatro motores elétricos (um por roda) que eram “alimentados” por uma bateria de iões de lítio com 60 kWh de capacidade para uma autonomia de cerca de 250 km (ciclo NEDC).

Quanto às prestações, os 0 aos 100 km/h cumpriam-se em 3,9s e a velocidade máxima era de 250 km/h, mesmo acusando 560 kg a mais face aos restantes SLS AMG.

A NÃO PERDER: Mercedes-AMG EQS a caminho? Fotos-espia parecem confirmá-lo

Rapidez não lhe faltava e apesar do lastro substancial adicional, relatos da imprensa na altura revelam uma agilidade sobrenatural e uma experiência de condução verdadeiramente única, com a disposição de um motor elétrico por roda a abrir todo um mundo de possibilidades no acerto dinâmico deste SLS elétrico — vetorização do binário levada a um extremo…

Com muito menos do que as 100 unidades originalmente previstas a terem saído da linha de produção (a RM Sotheby’s aponta que apenas nove terão sido produzidas), o SLS AMG Coupé Electric Drive custava, em novo, 416 mil euros — uma exorbitância na altura (quando comparado com o SLS AMG V8), mas um valor que hoje até parece… acessível.

Preço de hipercarro

Dizemos que o valor em novo parece acessível porque o exemplar de que vos falamos hoje está anunciado na RM Sotheby’s por uns significativos 1,05 milhões de euros!

Entregue novo na Suíça em 2013 (um país que não é conhecido como o maior “fã” dos supercarros), este Mercedes-Benz SLS AMG Coupé Electric Drive teve desde então dois proprietários e percorreu apenas 3800 km. Vem na sua cor original de lançamento, Green Electric, exclusiva a esta variante do superdesportivo “alado”.

A NÃO PERDER: Os «super 73» da Mercedes-AMG estão de volta. Os primeiros detalhes

Residente atualmente nos Países Baixos, este “unicórnio automobilístico” tem registadas, como seria de esperar, todas as manutenções, tendo a última ocorrido em maio de 2018 quando o odómetro contabilizava 2297 km.

Antes que questionem o porquê da tão grande distância temporal entre revisões, não se esqueçam que este é um veículo 100% elétrico, logo as visitas à oficina estão diminuídas ao mínimo indispensável.

Posto tudo isto, a grande questão que se coloca é sobre qual será o melhor investimento: este Mercedes-Benz SLS AMG Coupé Electric Drive ou um hiperdesportivo moderno?

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Mercedes-Benz 190 (W201)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Mercedes-Benz 190 (W201), antecessor do Classe C, celebra 35 anos

Mais artigos em Notícias