Mercado

Fevereiro confirma tendência de quebra do mercado nacional

As vendas em mês de fevereiro confirma tendência de quebra do mercado nacional. O último saldo de vendas positivo do mercado automóvel português foi há um ano.

Os números do mercado automóvel português no mês de fevereiro já são conhecidos e não são animadores. Segundo a ACAP, no mês passado o volume de matrículas de carros novos caiu 59% nos ligeiros de passageiros e 17,8% no segmento dos comerciais ligeiros.

No total, em fevereiro foram vendidos em Portugal um total de 8311 veículos ligeiros de passageiros e 2041 ligeiros de mercadorias. Já entre os veículos pesados a quebra face ao período homólogo de 2020 foi de 19,2%, com 347 unidades matriculadas.

De acordo com o comunicado divulgado pela ACAP, estes números apenas vêm confirmar “que o setor automóvel continua a ser um dos mais afetados pela situação que o país está a atravessar”.

VÊ TAMBÉM: Toyota Yaris começa 2021 como “rei” das vendas na Europa

Caso não te recordes, a última vez que o saldo de vendas do mercado automóvel português foi positivo foi precisamente há um ano, com o mês de fevereiro de 2020 a registar um crescimento de 5,9% face ao período homólogo de 2019.

Peugeot com motivos para festejar

Apesar de, no geral, o mês de fevereiro ter sido negativo para o mercado automóvel nacional, a verdade é que há marcas com razões para festejar, e a Peugeot é uma delas.

Afinal de contas a marca gaulesa, que renovou recentemente o seu logótipo, liderou as vendas em Portugal e alcançou uma quota de mercado inédita na sua história em Portugal: 19%, contabilizando os veículos ligeiros de passageiros e mercadorias.

Apesar do valor de quota histórica, a Peugeot vendeu em fevereiro apenas 1955 unidades, uma quebra de 34,9% face a 2020. Ao mesmo tempo, viu os seus modelos elétricos (os e-208 e e-2008) alcançarem uma quota de mercado de 12,1%.

Peugeot e-208
Os elétricos da Peugeot continuam a acumular sucessos por cá.

Pódio muito premium

Atrás da Peugeot no pódio de vendas de veículos ligeiros de passageiros em fevereiro, surgem a Mercedes-Benz (-45,1%) e a BMW (-56,2%). Já se contabilizarmos os ligeiros de passageiros e mercadoria,s a Peugeot mantém a liderança, seguida da Mercedes-Benz e da Citroën.

Mercedes-Benz Classe C W206
O Mercedes-Benz Classe C até pode ainda não ter chegado a Portugal, no entanto a marca alemã continua de “pedra e cal” no pódio de vendas.

No total, apenas uma marca viu os números de fevereiro de 2021 serem melhores que os do ano anterior: a Tesla. No total, a marca norte-americana viu as vendas crescerem 89,2%, com 140 unidades matriculadas em fevereiro de 2021 contra as 74 registadas no mesmo mês de 2020.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o SEAT Ronda?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Mais artigos em Notícias