Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

A partir de 2030 todos os Aston Martin serão eletrificados… exceto os de competição

A Aston Martin vai abandonar as motorizações exclusivamente a combustão e apostar nos híbridos e nos elétricos. A exceção será relativa aos modelos de competição.

Depois de há uns meses a Bentley ter revelado que a partir de 2030 todos os seus modelos serão 100% elétricos, foi a vez da Aston Martin vir revelar que também a partir daquele ano todos os seus modelos serão eletrificados.

Ao contrário da sua compatriota, a Aston Martin não parece ainda decidida a abandonar por completo os motores de combustão, mas uma coisa é certa: a partir de 2030 estes não surgirão sozinhos debaixo do capô dos modelos da marca.

A confirmação foi dada pelo CEO da Aston Martin, Tobias Moers, que num relatório destinado aos acionistas recentemente divulgado afirmou: “Ter opções híbridas e elétricas é fundamental para o futuro da empresa (…) a nossa parceria com a Mercedes-Benz AG é fundamental para o nosso plano híbrido e elétrico”.

A NÃO PERDER: Próximo Safety Car da Fórmula 1 é um Aston Martin Vantage com 528 cv
Aston Martin Vantage Legacy Collection
Os modelos de competição estão “a salvo” da eletrificação total.

A meta passa por em 2025 todos os modelos de estrada da Aston Martin serem eletrificados (híbridos ou 100% elétricos) e em 2030 metade da gama corresponder a modelos elétricos e 45% corresponder a modelos híbridos.

Os restantes 5%

Se em 2030 50% da gama da Aston Martin será totalmente elétrica e 45% serão modelos híbridos, resta saber o que acontecerá aos restantes 5% da oferta da marca britânica.

Pois bem, esses 5% da oferta correspondem aos modelos de competição da Aston Martin e, ao que parece, serão os únicos modelos a “escapar” a quaisquer formas de eletrificação.

O que mais se sabe?

No mesmo relatório, o presidente executivo da Aston Martin, Lawrence Stroll, deixou antever um pouco mais do que será o futuro da marca.

Para começar, no terceiro trimestre de 2021 deverá chegar uma nova versão do Aston Martin DBX, havendo rumores de que se irá tratar de uma variante híbrida com motor V6. Além disto, para 2023, está prevista a renovação dos modelos com motor dianteiro da marca britânica.

Ausente deste relatório, mas já confirmado por Lawrence Stroll está ainda a chegada de dois modelos 100% elétricos em 2025: um desportivo e, como não podia deixar de ser, um SUV.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do BMW 2002 Turbo?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Lembra-se do BMW 2002 Turbo, o BMW das letras ao contrário? Há um à venda

Mais artigos em Notícias