Museus

Alfa Romeo 75 Turbo reforça a coleção do Museu do Caramulo

Um de apenas três veículos que vieram para Portugal aquando do seu lançamento, este Alfa Romeo 75 Turbo junta-se agora à coleção do Museu do Caramulo.

O Museu do Caramulo até pode estar de portas fechadas devido à situação complexa que o país atravessa. No entanto, tal não significa que esteja “parado” e a prova disso mesmo é o mais recente membro a ser adicionado à sua coleção: o Alfa Romeo 75 Turbo.

Um de apenas três exemplares que vieram para o nosso país aquando do lançamento do 75 1.8 Turbo, este é hoje o único sobrevivente desse lote.

Destinado a integrar a coleção permanente do Museu do Caramulo, este Alfa Romeo foi doado por Fausto Vidal e após a reabertura do museu ao público já poderá ser visto em exposição.

VÊ TAMBÉM: Os futuros Alfa Romeo, DS e Lancia vão ser desenvolvidos em conjunto
Alfa Romeo 75 Turbo
O 75 Turbo foi uma das muitas versões do último dos Alfa Romeo desenvolvidos exclusivamente pela marca de Arese.

O Alfa Romeo 75 1.8 Turbo

Último modelo desenvolvido exclusivamente pela Alfa Romeo antes da sua aquisição por parte do então Grupo Fiat, o Alfa Romeo 75 viu a luz do dia em 1985, surgindo, ao mesmo tempo, como uma espécie de “prenda de aniversário” pelos 75 anos que a marca de Arese celebrava.

Foi também o último modelo de tração traseira a ser lançado pela Alfa Romeo (se excluirmos o muito especial SZ, derivado do 75), antes da chegada dos igualmente exclusivos 8C Competizione em 2007 e 4C em 2013. Já o seu sucessor natural com tração posterior, o Giulia, só seria revelado em 2015.

Substituto do então vetusto Giulietta, o Alfa Romeo 75 veria chegar em 1986 uma das suas mais interessantes versões: a Turbo. Equipada com um quatro cilindros em linha twin cam (dupla árvore de cames), com 1.8 l de capacidade, ao qual surgia associado um turbo Garrett T3, este oferecia 155 cv e 226 Nm. Um turbo à “moda antiga”, sem nada em baixas e a precisar de pelo menos 2500 rpm para dar tudo o que tinha para dar.

Os números permitiam lançar os menos de 1150 kg (DIN) do 75 Turbo até aos 100 km/h em menos de oito segundos e alcançar uma  velocidade máxima de 214 km/h. A tudo isto juntava-se uma dinâmica “danada para a brincadeira”, com as derivas de traseira a caracterizarem a sua atitude dinâmica.

O exemplar de que te falamos hoje data de 1987 e, como seria de esperar de um modelo que vai integrar a coleção permanente do Museu do Caramulo, apresenta-se em muito bom estado.

Agora, é só esperar que a situação no país melhore para podermos viajar até ao mais famoso museu automóvel de Portugal para podermos ver este Alfa Romeo 75 Turbo ao vivo.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Alfa Romeo SZ?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Onde achas que está o pneu sobressalente do Alfa Romeo SZ?

Mais artigos em Notícias