Dicas

Ainda tens o livrete antigo? Vê aqui como podes pedir o novo DUA

Apesar de não ser obrigatório, o livrete antigo pode ser substituído pelo novo Documento Único Automóvel (ou DUA). Fica a saber como o fazer e quanto custa.

Renovado no ano passado, o Documento Único Automóvel (DUA) ficou inegavelmente mais fácil de transportar (e até mais resistente).

Outrora um documento em papel que se dobrava em três partes, o “cartão de cidadão” dos nossos automóveis passou a ser semelhante a um cartão de crédito (ou ao nosso próprio Cartão de Cidadão).

Apesar de a substituição dos antigos DUA (ou até dos vetustos livrete e titulo de registo de propriedade) não ser obrigatória, há quem gostasse de ter o DUA no novo formato e por isso neste artigo explicamos-te como o fazer.

VÊ TAMBÉM: Tudo o que tens de saber acerca da carta de condução por pontos
Documento Único Automóvel
O novo DUA incorpora um elemento de leitura ótica: o código “UniQode”.

Um processo simples

Como é óbvio, se comprares um carro usado o DUA que receberás apresentar-se-á já no novo formato, mas e se queres apenas substituir o Documento Único Automóvel do teu carro atual? Neste caso podes fazê-lo de três formas diferentes.

A primeira, e talvez mais simples, é através da internet, no site Automóvel Online. Após acederes ao site deves autenticar-te com o Cartão de Cidadão e fazer o pedido, não sendo necessário preencher o Requerimento de Registo Automóvel.

Também podes pedir a substituição/2ª via do DUA através do correio, enviando o pedido para qualquer Registo Automóvel — cujas moradas podes consultar aqui. Por fim, podes ainda pedir a substituição do DUA presencialmente. Para o fazeres deves dirigir-te a um balcão do IRN ou a uma Loja do Cidadão.

Quer faças o pedido de substituição/2ª via do DUA pela internet ou presencialmente num balcão do IRN ou numa Loja de Cidadão, o valor que vais ter de pagar é sempre o mesmo: 30 euros.

Sabe responder a esta?
Qual foi o primeiro modelo a recorrer a um motor Diesel de injeção direta?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Fiat. A marca que «inventou» os motores Diesel modernos

Mais artigos em Autopédia