Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Transformação

Ferrari 550 Maranello “veste-se a rigor” para homenagear o 250 GT SWB Breadvan

Inspirada pelo Ferrari 250 GT SWB Breadvan, a Niels van Roij Design criou este Ferrari 550 Maranello simplesmente apelidado Breadvan Hommage.

A primeira Breadvan (literalmente, a carrinha do pão), de seu nome completo Ferrari 250 GT SWB Breadvan, foi criada em 1962 por Giotto Bizzarrini para competir com o então novo Ferrari 250 GTO nas 24 Horas de Le Mans. “Renasce” agora com base num Ferrari 550 Maranello.

É verdade, cerca de 60 anos depois do nascimento do 250 GT SWB Breadvan, a Niels van Roij Design decidiu homenagear tão intrigante proposta, criando para isso uma variante “moderna” do icónico modelo.

Para tal “pegou” num Ferrari 550 Maranello e transformou-o. Originalmente anunciado em 2019, no entanto, só agora é que este one-off viu a luz do dia.

VÊ TAMBÉM: Nissan Skyline GT-R R33 ‘Speedwagon’ à venda. Se o GT-R fosse uma shooting brake…
Ferrari 550 Maranello Breadvan

Trabalho artesanal

Como é óbvio, a maior parecença entre este 550 Maranello (a.k.a “Breadvan Hommage”) e o carro que nos anos 1960 correu em Le Mans, e foi apelidado “La Camionnette” ou “Breadvan”, é, sem dúvida, o volume traseiro — na melhor tradição das verdadeiras shooting brakes.

Mas há mais. Na dianteira temos duas entradas de ar no capô (tal como no original) e novos faróis; e toda a secção traseira foi feita a partir de uma peça única em alumínio (a sua moldagem foi feita à mão) e há ainda a destacar uma quádrupla saída de escape.

VÊ TAMBÉM: Callaway C21 AeroWagen, um Corvette shooting brake

Já no interior, este Ferrari 550 Maranello recebeu novos mostradores com estilo retro, acabamentos em Alcantara e um punho da caixa de velocidades em alumínio. Além disto, este 550 Maranello muito especial recebeu jantes de 20”, pneus Vredestein e amortecedores reguláveis da Koni.

No exterior, apenas o vidro dianteiro foi mantido do Ferrari 550 Maranello. Já em termos mecânicos este “Breadvan Hommage” manteve-se fiel ao V12 com 5.5 l que debita 485 cv e 568 Nm.

Ferrari 550 Maranello Breadvan

Quanto ao preço, o valor pedido por esta homenagem ao Ferrari 250 GT SWB Breadvan continua a ser uma incógnita. No entanto, tendo em conta o facto de este ser um one-off, e a profundidade da transformação, não deve ser especialmente acessível.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Ferrari 365 GT4 BB?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Fomos enganados. Afinal BB em Ferrari 365 GT4 BB não significa Berlinetta Boxer

Mais artigos em Notícias