Desporto automóvel

Já há números da máquina da Peugeot para as 24 Horas de Le Mans

De regresso às 24 Horas de Le Mans na categoria "Le Mans Hypercar", a Peugeot revelou alguns dos números do carro com que vai correr na prova de resistência.

Como bem sabes, a Peugeot e a Total uniram esforços para regressar às 24 Horas de Le Mans na categoria “Le Mans Hypercar”. Agora, três meses depois após o regresso anunciado, a marca de Sochaux revelou os primeiros detalhes do carro com que vai regressar à famosa prova de resistência.

Destinado a correr no FIA World Endurance Championship (FIA WEC), este vai contar com tração integral e estará equipado com um sistema híbrido que “casa” um motor de combustão interna com um motor-gerador elétrico.

VÊ TAMBÉM: WM P88 Peugeot. O «rei da velocidade» nas 24 Horas de Le Mans

Os números “livres”

Totalmente novo e desenvolvido pela Peugeot Sport, o motor de combustão consiste num V6 a 90º com 2.6 l, biturbo e oferece 680 cv (500 kW) de potência.

Montado atrás do condutor, este motor pesa apenas 165 kg e envia a potência para as rodas traseiras. Quanto ao motor gerador elétrico, este oferece 200 kW (272 cv), e impulsiona as rodas dianteiras.

A alimentar este motor encontramos uma bateria de 900 V, desenvolvida em conjunto com a Saft, que será colocada numa estrutura em carbono inserida na monocoque atrás do piloto e por baixo do depósito de combustível. Por fim, a transmissão está a cargo de uma caixa sequencial robotizada de sete relações.

VÊ TAMBÉM: Glórias do Passado. Peugeot 405 T16, o especial de homologação (aparentemente)

Os números “do regulamento”

Apesar de, sozinho, o motor de combustão conseguir debitar 680 cv, os regulamentos da categoria “Le Mans Hypercar” obrigam a que a potência máxima combinada durante as corridas não ultrapasse os 500 kW (680 cv). Além disto, o motor elétrico não pode ser usado a velocidades inferiores a 120 km/h.

Peugeot Le Mans LMH
VÊ TAMBÉM: Não é só “fogo de vista”. A Peugeot 806 Procar foi um verdadeiro carro de competição

Face a tudo isto, o motor de combustão vê-se limitado a 300 kW (408 cv), sendo esta potência ajustada de acordo com a quantidade de potência entregue pelo motor gerador elétrico. Quando este “entra em ação” o carro passa a funcionar automaticamente com tração integral.

Tendo em conta as regras estipuladas pelo regulamento da categoria “Le Mans Hypercar” , a Peugeot terá de, até ao final de 2022, produzir 25 unidades de homologação aptas a circular na via pública.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Peugeot 106 Electric?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

Mais artigos em Notícias