Desporto automóvel

Peugeot e Total juntas para “atacar” as 24 Horas de Le Mans

A Peugeot e a Total deram oficialmente início ao seu projeto conjunto para um "Le Mans Hypercar" com o qual pretendem correr nas 24 Horas de Le Mans.

Depois de a Alpine ter anunciado a sua subida em 2021 ao escalão mais alto das 24 Horas de Le Mans, a categoria LMP1, foi a vez de a Peugeot e a Total oficializarem o arranque do projeto com o qual pretendem desenvolver em conjunto de um “Le Mans Hypercar” da categoria LMH, aproveitando o novo regulamento das corridas de resistência.

A Peugeot e a Total decidiram desenvolver um carro para correr na categoria LMH com base em diversos critérios, sendo um deles a liberdade em termos aerodinâmicos que permite integrar elementos estéticos já vistos nos modelos da Peugeot.

Já em marcha, esta colaboração tem como primeiros “frutos” os esboços que hoje te trazemos e que foram desvendados por ocasião da edição de 2020 das 24 Horas de Le Mans que se realiza este fim de semana.

VÊ TAMBÉM: WM P88 Peugeot. O «rei da velocidade» nas 24 Horas de Le Mans
Peugeot Total Le Mans

O que esperar deste carro de competição?

Dotado de tração integral (como ditam os regulamentos) e equipado com um sistema híbrido, o Hypercarro (é assim que as duas marcas o designam) terá, segundo Olivier Jansonnie, Diretor Técnico do Programa WEC da Peugeot Sport, uma potência total combinada de 500 kW (cerca de 680 cv), ou seja, o equivalente a um carro 100% térmico de duas rodas motrizes.

O motor elétrico dianteiro terá 200 kW (272 cv) de potência, e, ainda de acordo com o Diretor Técnico do Programa WEC da Peugeot Sport, o carro fruto da parceria entre a Peugeot e a Total estará mais próximo dos modelos de estrada.

Peugeot Total Le Mans
VÊ TAMBÉM: Do Peugeot 205T16 ao 3008 DKR. A história (quase) completa

Ou seja, será mais pesado e terá maiores dimensões que um LMP1 atual (5 m de comprimento, contra os 4,65 m, e 2 m de largura, contra os 1,90 m).

Em declarações, Jean-Philippe Imparato, Diretor da Peugeot, afirmou: “esta categoria permite-nos congregar toda a nossa empresa e todas as nossas entidades, com recursos e tecnologias próximas dos nossos modelos de série”, referindo-se, claro está, à categoria LMH.

Por fim, Philippe Montantême, Diretor de Estratégia Marketing e Investigação da Total preferiu relembrar os longos anos de parceria entre as duas marcas, afirmando que “a Peugeot e a Total contam já com 25 anos de estreita e frutuosa colaboração (…). A competição, fortemente inscrita no nosso ADN, representa um verdadeiro laboratório tecnológico para ambas as marcas”.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Peugeot 2008?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Peugeot 2008. Tem argumentos para destronar o líder Renault Captur?

Mais artigos em Notícias