Vídeos

Toyota GR Yaris no Nürburgring estabelece tempo Brigde-to-Gantry

Não, não há um tempo por uma volta completa ao Nürburgring — o tempo refere-se ao Bridge-to-Gantry —, mas mesmo assim dá para ver o potencial do Toyota GR Yaris.

Tem especificações dignas dos especiais de homologação de outrora e uma performance, seja pelos números, seja pela sua dinâmica, que o tornam (e não nos cansamos de repetir) no carro mais excitante do ano. Agora o Toyota GR Yaris conhece um novo desafio ao enfrentar o circuito alemão mais famoso de todos, o Nürburgring.

Não se trata de uma visita oficial da Toyota Gazoo Racing para também perseguir um qualquer recorde à volta do “inferno verde”. E nem sequer é uma volta completa, pois o tempo medido é o conhecido como Bridge-to-Gantry, que representa uma distância de 19,1 km, ao invés dos 20,6 km “tradicionais” que têm servido para a maioria dos recordes, ou ainda os completos 20,832 km de uma volta completa.

A menor distância resulta do facto de nos dias abertos ao público (Tourist Days), a reta de Döttinger Höhe estar-lhes vedada. Esta serve de ponto de acesso (no seu final) e saída (no seu início) ao circuito, pelo que se torna impossível efetuar uma volta cronometrada completa. No entanto, tal limitação não tem sido impedimento para a obtenção de tempos, com este a ser medido entre a ponte (bridge) que passa existente em Antoniusbuche e o pórtico (gantry) existente na reta em Döttinger Höhe.

VÊ TAMBÉM: Tinha de acontecer. Toyota GR Yaris no banco de potência
Toyota GR Yaris

E é precisamente o que podemos ver no vídeo publicado canal de YouTube Captain Gaskrank, onde um GR Yaris totalmente stock (de série) vê-se guarnecido com o equipamento de telemetria necessário para averiguar quanto tempo leva a percorrer esses 19,1 km.

O Toyota GR Yaris, aqui equipado com o opcional Track Pack — pneus Michelin Pilot Sport 4S, jantes forjadas de 18″, suspensão de acerto específico e dois diferenciais autoblocantes Torsen — conseguiu um tempo bastante competitivo de 7min56s. Um tempo onde há margem para melhorar, pois como é possível de ver, as condições estão longe de ser as ideais: a temperatura exterior era de apenas 6 ºC e o piso parece estar húmido em partes.

Além do mais, como podemos ver no vídeo abaixo, ele cruza-se com outros veículos pelo caminho — incluindo um par de alados Nissan GT-R —, o que acaba por “roubar” sempre preciosas frações de tempo.

Mais artigos em Notícias