Indústria

No centro de teste de motores da SEAT é possível testar motores durante 200 000 km sem paragens

O centro de teste de motores da SEAT, pioneiro no sul da Europa, permite a realização de testes com motores de combustão interna, híbridos ou elétricos.

Localizado no Centro Técnico da SEAT, o centro de teste de motores da SEAT é um centro pioneiro no sul da Europa e representa um investimento de mais de 30 milhões de euros efetuado ao longo dos últimos cinco anos.

As instalações são compostas por nove bancos multi-energia que permitem motores de combustão interna (a gasolina, a gasóleo ou GNC), híbridos e elétricos desde a fase de desenvolvimento até à sua homologação.

Estes testes permitem assegurar que os motores cumprem não só os requisitos de qualidade impostos pelas diversas marcas do Grupo Volkswagen (sim, o centro é usado pelas várias marcas do grupo) como as exigências no capítulo das emissões, durabilidade e desempenho.

VÊ TAMBÉM: SEAT Leon Sportstourer FR 1.5 eTSI. O que vale a nova carrinha espanhola?
SEAT Motores

Para tal ajuda, e muito, o facto do centro de teste de motores da SEAT incluir uma câmara climática (capaz de simular condições extremas, entre -40 ºC e 65 ºC de temperatura e até 5000 m de altura) e contar com uma torre automatizada com capacidade para 27 veículos, que os mantém a uma temperatura estável de 23 ºC por forma a garantir que estão em ótimo estado serem testados.

Dia e noite

Tal como te dissemos, o centro de teste de motores da SEAT serve para testar motorizações usadas por todas as marcas do Grupo Volkswagen. Talvez por essa razão ali trabalham 200 pessoas divididas em três turnos, 24 horas por dia, seis dias por semana.

Entre os vários sistemas de testagem de motorizações que por ali se encontram, destacam-se três bancos para testes de durabilidade onde é possível testar os motores até quilometragens de 200 mil quilómetros sem pausas.

Por fim, o centro de teste de motores da SEAT conta ainda com um sistema que recupera a energia gerada pelos cilindros e devolve-a sob a forma de eletricidade para posterior consumo.

Para Werner Tietz, vice-presidente I+D da SEAT, o centro de teste de motores da SEAT “consolida a posição da SEAT como uma das mais avançadas instalações de desenvolvimento de veículos na Europa”. Tietz acrescentou ainda que “as novas instalações dos motores e a elevada capacidade técnica do equipamento, permitem testar os novos motores e calibrá-los durante a sua fase de desenvolvimento para garantir um melhor desempenho (…) com especial enfoque nos motores híbridos e elétricos”.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi apresentado o SEAT Ronda?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Mais artigos em Notícias