Elétricos

Todos as especificações do novo Renault Twingo Z.E.

Originalmente revelado em fevereiro, os dados técnicos do novo Renault Twingo Z.E. continuavam ainda por confirmar. Agora, tudo isso mudou.

Depois de ter sido revelado em fevereiro (o Guilherme Costa até o viu ao vivo), o novo Renault Twingo Z.E. deu agora a conhecer todos os seus dados técnicos oficiais.

Tal como os seus irmãos de combustão interna, também o Twingo Z.E. “guarda” o motor na traseira. Montado no eixo traseiro, este impulsiona as rodas traseiras e debita 60 kW (82 cv) e 160 Nm de binário.

Graças a estes números consegue alcançar os 100 km/h em 12,9s e atinge os 135 km/h de velocidade máxima.

VÊ TAMBÉM: Dacia Spring Electric. Tudo sobre o elétrico mais barato do mercado
Renault Twingo ZE

Regenerar energia para aumentar a autonomia

A alimentar o motor elétrico encontramos uma bateria com 22 kWh de capacidade que permite até 190 km de autonomia (ciclo WLTP) que sobem para os 270 km em percursos citadinos (WLTP cidade).

Já ao selecionar o modo “Eco” esta fixa-se por volta dos 225 km em circuitos mistos. Para tal limita a aceleração e a velocidade máxima.

Para ajudar a aumentar a autonomia, a Renault ofereceu ao Twingo Z.E. o “B mode”. Segundo a Renault, este permite aos condutores adaptarem a sua condução às condições de tráfego e oferece um total de três modos de regeneração de energia: B1, B2 e B3.

Renault Twingo ZE
VÊ TAMBÉM: Estamos em crise, mas o Renault Zoe está a bater recordes de vendas

E o carregamento, como é?

No que diz respeito ao carregamento, a verdade é que o pequeno Renault Twingo Z.E. pode ser recarregado praticamente em qualquer lado desde que exista uma tomada elétrica.

Em casa e numa tomada monofásica de 2,3 kW uma carga completa demora 15 horas. Já numa tomada Green-Up ou numa wallbox monofásica de 3,7 kW esse tempo decresce para as oito horas enquanto numa wallbox de 7,4 kW se fixa nas quatro horas.

Renault Twingo ZE
VÊ TAMBÉM: Adeus, Skoda Citigo. Volkswagen Up! e SEAT Mii a seguir?

Por fim, o Twingo Z.E. pode ainda ser recarregado num posto de carregamento de 11 kW, onde demora 3h15min a carregar ou num carregador rápido de 22 kW onde uma carga completa demora 1h30min, sendo que neste tipo de carregador em apenas 30 minutos é possível repor 80 km de autonomia.

Para já, a Renault ainda não divulgou nem os preços nem a data prevista para a chegada do seu mais recente modelo elétrico ao mercado nacional.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira da Renault Mégane ST E-TECH?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Adeus, Diesel? Testámos a Renault Mégane ST E-TECH (híbrida plug-in)

Mais artigos em Notícias