Teaser

Este é o novo Hyundai i30 N. Primeiras imagens oficiais

Um dos desportivos de tração dianteira mais aclamados dos últimos anos está de volta. O novo Hyundai i30 N chega em 2021.

No início deste ano, a Hyundai deu a conhecer a nova geração i30 — recorda todos os detalhes em vídeo aqui. A mesma plataforma, agora com um design mais atual e um interior claramente mais tecnológico.

Agora chegou a vez de conhecermos a derradeira interpretação do familiar compacto sul-coreano: o Hyundai i30 N.

Em termos estéticos, as diferenças para a atual geração não são significativas mas são bem-vindas. A frente foi redesenhada e a traseira ganhou um novo dramatismo.

A traseira ganhou um para-choques mais musculado e dois escapes de maiores dimensões. Resta saber se os «pops and bangs» com que o «hot hatch» coreano nos brindava vão continuar a marcar presença nesta geração.

A assinatura luminosa, tal como na restante gama i30, também é diferente. Na lateral, o grande destaque vai para as novas jantes de 19 polegadas.

Caixa de dupla embraiagem e… mais potência?

O primeiro desportivo da divisão N da Hyundai — divisão que é liderada pelo histórico ex-responsável da divisão M da BMW, Albert Biermann — será mais rápido do que o anterior, mas poderá não ser à custa de mais potência.

Hyundai i30 N 2021
Dinamicamente, o Hyundai i30 N tem sido um dos «tudo à frente» mais elogiados dos últimos anos. Será que vai continuar assim?

A nova geração do Hyundai i30 N vai recorrer a uma nova caixa de dupla embraiagem de oito velocidades, desenvolvida integralmente pela Hyundai. Esta caixa terá um modo de funcionamento específico «N performance» e será seguramente capaz de baixar o registo do Hyundai i30 dos 0-100 km/h em cerca de 0,4 segundos — o atual i30 N cumpre os 0-100 km/h em 6,4 segundos.

Em termos de potência, não há para já indicações que o motor 2.0 Turbo da Hyundai possa ver a sua potência incrementada. Apesar da eficácia e rapidez do Hyundai i30, Albert Biermann, sempre afirmou que «o foco do i30 N está na diversão e não na potência máxima».

Mais artigos em Notícias