Antecipação

Shhhh… Novo Rolls-Royce Ghost vai ter mais de 100 kg de material de isolamento sonoro

A revelação do novo Rolls-Royce Ghost está para muito breve e promete ser um dos veículos mais serenos e silenciosos do mercado.

Será no dia 1 de setembro que um novo Rolls-Royce Ghost será revelado. A nova berlina de luxo tem sido antecipada por uma série de pequenos filmes animados que se concentram em diversos aspetos do seu desenvolvimento, revelando algumas das características do futuro modelo.

Tudo começou, porém, com uma carta aberta do diretor executivo da marca, Torsten Müller-Otvös, aos seus clientes. Carta que revelou o conceito por detrás da nova geração do Ghost que, na sua primeira geração, tornou-se no Rolls-Royce mais bem sucedido de todos os tempos.

O novo Ghost rege-se por um conceito de “pós-opulência”, que vai de encontro às tendências que celebram a redução e contenção, mesmo em objetos de luxo.

VÊ TAMBÉM: Wraith Kryptus Collection. Um Rolls-Royce para fãs de enigmas

É o que justifica a expressão mais minimalista do seu design, mas sendo um Rolls-Royce, foi o próprio CEO a referir que o Ghost continuará a inspirar e a apresentar “um senso de teatro e magia”.

Painel iluminado do Rolls-Royce Ghost 2021
Este painel iluminado por 152 LED, composto pelo nome do modelo e 850 “estrelas” será uma das inúmeras opções que o Ghost trará.

Os pequenos filmes que se seguiram focaram-se no seu design, conforto e até no tipo de utilização, bastante diversificada, que os seus proprietários fazem do Ghost, dependendo da região do globo onde se encontram.

VÊ TAMBÉM: Há luxo e depois… há luxo. Ao volante do Cullinan Black Badge, o SUV mais exclusivo do mundo

“Fórmula para a Serenidade”

O silêncio a bordo não podia ser esquecido. Tem sido uma das imagens de marca da Rolls-Royce desde os seus primórdios, onde podemos recordar o caso do 40/50 hp, conhecido em 1906. Um modelo que acabaria por ser conhecido por Silver Ghost (fantasma prateado), fruto do seu silêncio de funcionamento e da sua cor prateada.

Não admira, portanto, que o novo Rolls-Royce Ghost (fantasma) leve o silêncio, a serenidade e a capacidade de deixar os seus utilizadores calmos e relaxados muito a sério.

A Rolls-Royce tem, inclusivamente, uma equipa de especialistas em acústica, que tudo fizeram para que o Ghost fosse o mais sossegado possível. Um trabalho que começou desde logo ao nível da sua estrutura.

O novo Rolls-Royce Ghost recorre à mesma Architecture of Luxury do Phantom e Cullinan — uma spaceframe em alumínio —, mas adaptada a estes requisitos acústicos. Entre eles, viu ser adicionada uma dupla antepara que separa o habitáculo do compartimento do motor — onde residirá o já conhecido V12 com 6,75 l —, que diminui ainda mais o ruído no habitáculo do já de si silencioso motor.

Os mais de 100 kg de material isolante sonoro que terá e que servem de título a esta peça, serão colocados em cavidades criadas especificamente para o efeito, no teto, bagageira e chão da estrutura — não se fica por aqui…

Entre os vidros duplos, haverá uma camada transparente em material compósito que incrementa os níveis de isolamento acústico; e nem os pneus foram esquecidos, ao terem sido internamente revestidos com um isolante acústico na forma de uma espuma aligeirada.

A obsessão por reduzir o ruído a bordo levou os engenheiros especialistas da Rolls-Royce até a redesenhar os componentes mais insuspeitos que produzissem ruídos indesejáveis. Por exemplo, nem as condutas do ar condicionado escaparam, tendo sido suavizadas para reduzir o ruído provocado pela passagem do ar.

VÊ TAMBÉM: Projeto OCTOPUS. O primeiro passo para um Bentley 100% elétrico

Silêncio a mais incomoda

Ironicamente, tão eficazes foram a criar silêncio que, desde cedo, descobriram que a remoção de todo o ruído provocava desorientação aos seus ocupantes. Isso mesmo, a equipa especialista viu-se “obrigada” a criar um suave e discreto “sussurro”, nas palavras da Rolls-Royce, que é percecionado como um único, mas subtil tom único ao Ghost.

Para o conseguir, houve um exaustivo trabalho de otimização da frequência de ressonância de múltiplos componentes. Como exemplos, a estrutura dos bancos foi afinada no seu amortecimento acústico, assim como abriram orifícios entre o habitáculo e a generosa bagageira de 500 l, para que a baixa frequência gerada por esta fosse consistente com o “tom” do Ghost.

A remoção e adição de som faz tudo parte da exaustiva e complexa Fórmula para a Serenidade da Rolls-Royce.

A extraordinária qualidade acústica do novo Ghost é o resultado dos desenvolvimentos significativos de engenharia e atenção minuciosa ao detalhe, mas é realmente sustentada pela arquitetura em alumínio proprietária da marca. Não haveria simplesmente forma de criar tal ambiente acusticamente refinado com uma plataforma em aço."

Tom Davis-Reason, diretor de engenharia acústica do novo Ghost

Mais artigos em Notícias