Restyling

LS. Navio-almirante da Lexus foi renovado. O que mudou?

Após três anos no mercado, o Lexus LS recebeu o seu primeiro restyling. Desde um novo visual a um reforço tecnológico, descobre tudo o que mudou.

Lançado em 2017, o Lexus LS, o “navio almirante” da marca japonesa, foi alvo do já habitual restyling de meia idade para se manter competitivo num segmento onde os alemães dominam.

Por fora as maiores novidades surgem na dianteira, com o Lexus LS a adotar novos faróis e um para-choques redesenhado com detalhes em cromado e novas entradas de ar. Já a enorme grelha “spindle” da Lexus também mudou de cor.

Quanto às restantes mudanças estéticas, estas resumem-se aos faróis traseiros com uma nova assinatura luminosa em LED, aos acabamentos em preto piano, às novas jantes de 20” para a versão F Sport e à adoção de novas cores para a carroçaria.

VÊ TAMBÉM: Lexus UX 300e. Depois dos híbridos, o elétrico
Lexus LS

E no interior, o que mudou?

No interior, as mudanças também foram de pormenor, resumindo-se praticamente à adoção de um novo ecrã central de 12,3” e ao facto de o sistema de infotainment ser compatível com os sistemas SmartDeviceLink, Apple CarPlay e Android Auto.

Com esta atualização passa também a estar disponível com um novo tipo de acabamento, o “Nishijin & Haku”, que combina brocado Nishijin (seda entrelaçada) com folha de metal. O Lexus LS viu ainda os comandos do aquecimento dos bancos e do volante passarem para a consola central.

VÊ TAMBÉM: Este é o novo Lexus IS que não vamos ter na Europa
Lexus LS

Conforto, a grande aposta do Lexus LS

Como te dissemos, com esta renovação a Lexus pretendeu incrementar o nível de conforto oferecido pelo seu topo de gama. Assim, para começar, o LS viu os bancos receberem pontos de costura mais profundos e um novo revestimento (mais macio) nos bancos.

Para além disto, o novo Lexus LS conta ainda com uma nova suspensão adaptativa e viu ainda os engenheiros chegar ao extremo de alterar o orifício dentro dos apoios do motor, tudo para otimizar o amortecimento.

VÊ TAMBÉM: Lexus LC 500 não é agressivo o suficiente? A Liberty Walk tem a solução

Já para reduzir o nível de ruído a bordo do LS, este passou a contar, tanto nas variantes a gasolina como nas híbridas, com os sistemas Active Noise Control e Engine Sound Enhancement. No caso do híbrido, a Lexus foi ainda mais longe e reduziu as rotações máximas do motor durante o arranque.

Por falar nesta versão, a assistência da bateria durante a aceleração também foi aumentada, tudo para contribuir para um aumento do nível de conforto a bordo.

Tecnologia em alta

A oferta tecnológica também está em alta na renovação do LS.

Entre esta, a principal novidade é o sistema de assistência à condução (condução semi-autónoma) Lexus Teammate com inteligência artificial. Estará disponível inicialmente no Japão, com este a ser capaz de executar tarefas como manter o LS na sua via, manter a distância de segurança para o veículo da frente, mudar de faixa e até fazer ultrapassagens!

VÊ TAMBÉM: Testámos o Lexus ES 300h, o automóvel mais Zen do segmento

Ainda no campo da aposta na tecnologia de condução autónoma, o Lexus LS conta com o sistema Advanced Park que é capaz de estacionar automaticamente o topo de gama nipónico. Por fim, o Lexus LS conta ainda com equipamentos como os máximos automáticos ou um retrovisor interior digital de maiores dimensões.

Para já, ainda não se sabe quando é que o renovado Lexus LS chega a Portugal nem quanto deverá custar por cá.

Sabes responder a esta?
Em que ano surgiu a primeira geração do Audi A4?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Audi A4 faz 25 anos. Todas as gerações do Audi mais vendido de sempre

Mais artigos em Notícias