Venda

Lotus Esprit que foi do fundador da marca, Colin Chapman, está à venda

Este Lotus Esprit é mais especial do que outros, pois pertenceu a Colin Chapman, o fundador da marca britânica. E agora procura nova casa.

O Lotus Esprit é sem grande margem para duvidas um dos mais icónicos modelos da historia da marca britânica fundada por Colin Chapman.

Desenhado originalmente pela Italdesign de Giorgetto Giugiaro, também ganhou fama como um dos carros de James Bond — lembram-se do carro-submarino do “The Spy Who Loved Me”? —, e encimou a gama Lotus durante (longos) 28 anos, tendo sido produzido entre 1976 e 2004.

Apesar da longa carreira não foram produzidos muitos — pouco mais de 10 mil —, pelo que é quase um acontecimento surgir um à venda. Este, no entanto, é especial, pois foi o carro pessoal do fundador da marca, Colin Chapman.

VÊ TAMBÉM: Lotus Evija: “um caça num mundo de papagaios de papel”

Um Lotus Esprit (muito) especial

Produzido em 1981, o exemplar de que te falamos hoje não é exclusivo apenas por ter sido o carro pessoal de Colin Chapman.

É que para além de contar com diversos extras que o demarcam de outros, este Lotus Esprit foi também conduzido pelo ex-piloto de Fórmula 1 Elio de Angelis e até por… Margaret Thatcher, a “Dama de Ferro”, primeira-ministra do Reino Unido entre 1979 e 1990!

O que o distingue? Começando pelo exterior, destaca-se a pintura cinza metálica com vários grafismos específicos, a suspensão rebaixada e as jantes BBS (este foi o primeiro exemplar do Esprit a contar com elas).

Uma vez no interior forrado a couro vermelho encontramos um habitáculo reforçado para assimilar melhor os ruídos aerodinâmicos, um sistema de som montado no teto e ar condicionado.

VÊ TAMBÉM: Nova era da Lotus traz consigo um novo logótipo

Equipado com direção assistida, este Lotus Esprit contava ainda com uma série de filtros de pólen específicos devido as alergias que afetavam Colin Chapman.

Lotus Esprit
Conhecida como a “Dama de Ferro”, Margaret Thatcher chegou a experimentar este Lotus Esprit. Mark Donaldson

Quanto custa?

Com um quatro cilindros com 2.2 l de capacidade posicionado atrás dos ocupantes,  e com o auxílio de um turbo Garrett, este Esprit conta com 213 cv e 271 Nm enviados para as rodas traseiras através de uma caixa manual de cinco velocidades.

VÊ TAMBÉM: Lotus Omega (1990). A berlina que comia BMW’s ao pequeno-almoço

Com apenas 11 006 milhas percorridas (17 712 km) desde 1981, este Lotus Esprit foi agora colocado a venda pela Mark Donaldson.

Apesar de no site não haver qualquer referência ao valor pedido, a Car and Driver avança que o Esprit de Colin Chapman tem um preço de 124 mil dólares, cerca de 113 mil euros.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual era a cilindrada do Mazda 323 GT-R?

Mais artigos em Notícias