Mercado

Efeito coronavírus. Mercado nacional em março cai mais de metade

Tal como seria de esperar, os efeitos do coronavírus no mercado nacional já se fazem sentir. Em março, a quebra foi superior a 50% face a 2019.

Os dados são da ACAP e vêm confirmar um cenário que já se previa. Os efeitos do coronavírus no mercado nacional já se fazem sentir e o mês de março como que vem prová-lo, sobretudo após a declaração do estado de emergência a 19 de março.

Assim, depois de ter conhecido um crescimento de 5% no mês de fevereiro face ao período homólogo de 2019, o mercado nacional afundou este mês de março, com uma queda de 56,6% face a março de 2019, tendo sido registados 12 399 veículos automóveis (incluindo ligeiros e pesados).

Para agravar a situação, segundo a ACAP, muitos dos veículos matriculados em março correspondiam a unidades cujas encomendas tinham sido efetuadas antes da pandemia, o que permite antever um cenário ainda pior para o mês de abril.

VÊ TAMBÉM: O Peugeot mais vendido em 2019 em Portugal não foi aquele que estás a pensar

Como é óbvio, esta quebra no mês de março refletiu-se nos resultados de vendas do primeiro trimestre de 2020, durante o qual foram matriculados 52 941 novos veículos, uma diminuição de 24% face a 2019.

Quebra nos ligeiros de passageiros foi maior

Apesar de todo o mercado nacional se ter ressentido dos efeitos do coronavírus no mês de março, foi nas vendas de veículos ligeiros de passageiros que estes mais se fizeram sentir.

No total, foram matriculadas 10 596 unidades, menos 57,4% que em 2019. Já entre os ligeiros de mercadorias a quebra foi de 51,2%, tendo sido matriculadas 1557 unidades.

VÊ TAMBÉM: Recorde absoluto. Foram produzidos mais de 345 mil veículos em Portugal em 2019

Por fim, foi no mercado de veículos pesados que ocorreu a menor quebra, tendo sido vendidas 246 unidades, um valor que representa uma quebra de 46,6% face ao período homólogo de 2019.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual foi o carro mais vendido na Europa em fevereiro?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

E aconteceu. O Renault Clio foi o automóvel mais vendido na Europa em fevereiro

Mais artigos em Notícias