Manutenção

AdBlue acabou. E agora? Vou ter problemas no motor?

Há uns anos a esta parte, falar de motores Diesel tornou-se sinónimo de falar no famoso AdBlue. Mas o que acontece quando este se esgota?

Na “eterna” batalha contra as emissões, o AdBlue tornou-se nos últimos anos num dos melhores amigos dos motores Diesel modernos.

Desenvolvido à base de ureia e água desmineralizada, o AdBlue (nome comercial) é injetado no sistema de escape, provocando uma reação química quando em contacto com os gases que permite uma redução das emissões, sobretudo as infames emissões NOx (óxidos de azoto).

Como sabes, esta é uma solução não tóxica. No entanto, é altamente corrosiva, razão pela qual o abastecimento é, habitualmente, feito na oficina. Para assegurar que tal acontece, os fabricantes desenvolveram o sistema de forma a que a autonomia do depósito seja suficiente para percorrer os quilómetros entre revisões.

VÊ TAMBÉM: 5 dicas para cuidares bem do teu turbo
Opel AdBlue SCR 2018

Mas o que acontece se esse reabastecimento não for feito e o AdBlue chegar ao fim? Ora, depois de há uns tempos te termos enumerado as (poucas) avarias que este sistema pode conhecer, hoje trazemos-te a resposta a esta questão.

Acaba de repente?

Antes de mais, deixa-nos advertir-te de que, se cumprires com o plano de manutenção da marca para o teu carro, o mais provável é que nunca fiques sem AdBlue no depósito (específico).

No entanto, quando o consumo de AdBlue é mais elevado (algo potenciado por um uso maioritariamente citadino) este pode esgotar-se antes da revisão.

Nesse caso, o carro emite um aviso de que é preciso reabastecer (alguns modelos contam até com um indicador do nível de AdBlue). Alguns destes avisos são bastante precoces, pelo que pode ser ainda possível percorrer até mais de mil quilómetros até ser realmente necessário abastecer (varia de modelo para modelo).

VÊ TAMBÉM: Isolamento social. Como preparar o teu carro para a quarentena

E se acabar?

Em primeiro lugar, deixa-nos te dizer que o facto de acabar não implica danos para o motor ou sistema de escape. A consequência inicial mais óbvia é que o teu carro vai deixar de cumprir as normas anti-poluição para as quais foi homologado.

Se estás em viagem e o AdBlue acabar, podes também ficar descansado que o motor não irá parar (até por razões de segurança). Mas o que pode e vai provavelmente acontecer é o seu rendimento ficar limitado, podendo não superar um determinado regime de rotação (ou seja, entra no famoso “modo de segurança”).

Neste caso, o ideal é que procures o mais rapidamente possível um posto de abastecimento onde possas reabastecer de AdBlue.

Apesar de o motor não se desligar em andamento (como aconteceria caso o gasóleo acabasse), há no entanto a possibilidade de que, se o desligares, este não volte a arrancar sem que o reabasteças primeiro com AdBlue.

A boa notícia é que mesmo que tal aconteça, depois de reabasteceres com AdBlue, o motor deverá regressar ao seu funcionamento normal mal detete o reabastecimento, não ocorrendo qualquer tipo de avaria.

Ainda assim, para que te previnas, aconselhamos-te a andar com uma pequena reserva de AdBlue no carro, sendo estas vendidas na maioria dos postos de abastecimento.

VÊ TAMBÉM: 5 razões para os Diesel fazerem mais binário que os motores a gasolina

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Rover Streetwise?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te deste? Rover Streetwise
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

Lembras-te deste? Rover Streetwise

Mais artigos em Autopédia