Salão de Genebra 2020

O primeiro “R” eletrificado é o novo Volkswagen Touareg R

O Volkswagen Touareg R não só passa a ser o pináculo entre todos os Touareg, como ao ser um híbrido plug-in, é também o primeiro "R" a ser eletrificado.

A história repete-se. Se em 2019, no Salão de Genebra, ficámos a conhecer o mais potente dos Touareg — 421 cv extraídos de um substancial V8 TDI —, em 2020, no mesmo salão, iremos conhecer um Touareg… ainda mais potente. O novo Volkswagen Touareg R vê os 421 cv do V8 TDI e “aposta mais”, subindo até aos 462 cv.

Para suplantar o seu “irmão”, recorre a um mais pequeno V6 TSI com 2.9 l, a gasolina, com 340 cv coadjuvado por um motor elétrico com 136 cv. Se a potência máxima combinada fixada nos 462 cv (340 kW) suplanta o V8 TDI, já o binário máximo combinado de 700 Nm fica (bastante) abaixo dos “gordos” 900 Nm da unidade Diesel.

O novo Touareg R é, desta forma, o primeiro modelo “R” da Volkswagen eletrificado. Trata-se de um híbrido plug-in, e isso significa que pode deslocar-se em modo puramente elétrico (E-Mode), ainda que não tenha sido avançado, para já, um valor final para a autonomia máxima. A bateria é de iões de lítio, tem uma capacidade de 14,1 kWh e está posicionada por baixo da bagageira.

VÊ TAMBÉM: O Audi Q7 já chegou a Portugal. Estes são os preços
Volkswagen Touareg R

Não sabemos o quão longe pode-se deslocar em modo elétrico, mas sabemos o quão depressa: até 140 km/h. A partir dessa velocidade o V6 TSI entra em ação (ou antes, caso seja preciso), podendo levar o SUV “tamanho familiar” até uma velocidade máxima de 250 km/h.

Capacidade para tudo

Pode ser um híbrido plug-in, mas capacidade não parece faltar ao novo Volkswagen Touareg R, tal e qual os restantes Touareg. A transmissão é efetuada através de uma caixa de velocidades automática de oito velocidades às quatro rodas (4Motion) e é possível bloquear o diferencial central. Este pode transmitir até 70% da força ao eixo dianteiro e até 80% ao eixo traseiro.

Sim, a Volkswagen afirma que podemos levar o novo Touareg R por “maus caminhos” — talvez não seja o Touareg mais aconselhável para o fazer quando este traz jantes de 20″ de série (Braga) e, opcionalmente, de 21″ (Suzuka) e 22″ (Estoril), e borracha de alta performance… para asfalto.

Volkswagen Touareg R

Mas caso o decidamos fazer, o SUV tem disponível os modos de condução Offroad e Snow (neve), que complementam os mais conhecidos Eco, Comfort, Normal, Sport e Individual. Está disponível ainda um pacote de equipamento opcional para fora de estrada que inclui, além de placas de proteção, dois modos adicionais: Gravel (gravilha) e Sand (areia).

Outra característica que os proprietários dos Touareg apreciam é a sua capacidade de reboque e o novo Volkswagen Touareg R, mesmo sendo um híbrido plug-in — veículos elétricos e eletrificados não são os mais indicados para este tipo de trabalhos —, não lhes fica atrás.

De acordo com a marca de Wolfsburg, à volta de 40% dos proprietários do Touareg na Europa (60% na Alemanha) fazem uso da sua capacidade de reboque — um valor elevado. A capacidade de reboque anunciada para o R é de 3,5 t, mesmo quando em E-Mode. Para ajudar nas manobras de parqueamento, vem ainda equipado com o Trailer Assist.

Estilo próprio

Por fora, o novo Volkswagen Touareg R destaca-se pelas jantes de cor preta, e pela exclusiva e opcional cor Lapiz Blue da carroçaria que podem ver nas imagens. Em contraste a grelha e outros elementos são pintados a preto brilhante, assim como os farolins traseiros são escurecidos. Em destaque o estilizado logótipo “R” que identifica a versão.

Por dentro vemos também o logotipo “R” nos bancos em pele, e o preto brilhante marca também presença um pouco por todo o painel de bordo. O volante multifunções, aquecido, e com patilhas integradas (para mudar de relação) é novo; e a soleira das portas, com o “R” iluminado, é em aço inoxidável.

O interior do Volkswagen Touareg R vem de série com o Innovision Cockpit, composto pelo painel de instrumentos digital de 12″ (Digital Cockpit) e o ecrã de 15″ do sistema de info-entretenimento (Discover Premium). De série são também os faróis IQ.Light LED matrix, o teto panorâmico e o sistema de climatização de quatro zonas.

Opcionalmente está disponível um sistema de som Dynaudio de 780 W e visão noturna (Night Vision), mas o destaque vai para o Travel Assist, disponível pela primeira vez no Touareg. O sistema de condução semi-autónoma (nível 2) vê também as suas capacidades serem majoradas, podendo ser usado até aos 250 km/h (até agora só era possível de usá-lo até aos 210 km/h).

VÊ TAMBÉM: Já conduzimos o Porsche Cayenne Coupé. É só uma questão de estilo?

Quando chega?

Para já apenas se sabe que o novo Volkswagen Touareg R será apresentado publicamente no Salão de Genebra, que abre as portas já na próxima semana. A marca alemã não avançou nem com preços nem com uma data para a sua chegada ao mercado.

Sabes responder a esta?
Qual o nome do primeiro Volkswagen 100% elétrico a recorrer à MEB?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

ID.3. O início de uma nova era para a Volkswagen (vídeo)

Mais artigos em Notícias