Sustentabilidade

SEAT reforça frota de mega-camiões com mais duo trailers e giga trailers

O caminho para a sustentabilidade abrange mais do que automóveis mais eficientes. A SEAT aposta também numa logística mais sustentável ao reforçar a sua frota de duo trailers e giga trailers.

A SEAT está a reforçar a sua frota de duo trailers e giga trailers, e muitos de vocês devem estar agora a perguntar-se sobre o que é isso — já lá iremos… Como devem calcular, por detrás dos automóveis que os construtores fazem, há todo um mundo logístico associado à sua produção.

Muitas das peças que compõem um automóvel não são produzidas no mesmo local onde o automóvel é montado, necessitando, obviamente, de serem transportadas. Opção que é feita recorrendo ao transporte rodoviário (mas não só), ou seja, camiões.

De modo a reduzir os custos logísticos dessa atividade, tanto económicos como ambientais, a SEAT iniciou um programa piloto em 2016 ao colocar em circulação o seu primeiro giga trailer e em 2018, o primeiro duo trailer.

VÊ TAMBÉM: Ford Trucks chega a Portugal e traz consigo o F-Max
SEAT duo trailer

Afinal, o que são?

Continuamos a referirmo-nos a camiões ou melhor, mega-camiões como irão perceber. Mas como está implícito no nome, não tem tanto a ver com o camião ou trator em si, mas sim com os reboques e semirreboques que carregam.

O duo trailer é composto por dois semirreboques de 13,60 m cada com um comprimento total de 31,70 m e um peso bruto de 70 t. Está projetado para circular nas vias rápidas e ao conseguir transportar o equivalente a dois camiões, permite reduzir efetivamente o número de camiões na estrada, reduzindo os custos logísticos em 25% e as emissões de CO2 em 20%.

A SEAT refere ainda que está a testar novos camiões de nove eixos e 520 cv que prometem reduzir as emissões em 30% quando comparados com os camiões convencionais. De notar também o menor ocupado na estrada: seis duo trailers ocupam menos 36,5% de espaço rodoviário do que seis camiões comuns.

O giga trailer, apesar do nome, é mais pequeno que o duo trailer. É composto por um reboque de 7,80 m mais um semirreboque de 13,60 m — comprimento máximo de 25,25 m —, um peso bruto de 60 t, sendo capaz de reduzir os custos logísticos em 22% e as emissões de CO2 em 14%.

Não são propriamente os “road trains” australianos (comboios de estrada), mas as vantagens dos duo trailers e giga trailers (o resultado da combinação dos tipos de reboque e semirreboque existentes) são evidentes, não só pela redução do número total de camiões a circular na estrada, como pela consequente redução de emissões de CO2.

Os duo trailers e giga trailers da SEAT

A SEAT foi pioneira em Espanha no uso de duo trailers e giga trailers, e após os programas piloto decidiu ampliar as rotas de fornecedores com recurso a estes mega-camiões.

Hoje em dia são duas as rotas de duo trailer, que ligam a fábrica de Martorell (Barcelona) à Teknia (Madrid) no abastecimento de peças de acabamento interior; e à Global Laser (Álava) que trata de peças de metal, uma rota recentemente iniciada.

Estão também dois giga trailer em utilização que efetuam a ligação entre Martorell e a Gestamp (Orcoyen, Navarra) para transporte de materiais relacionados com as carroçarias; e mais um para a KWD, também em Orcoyen.

"O compromisso da SEAT com a sustentabilidade e a eficiência logística faz parte do nosso objetivo em reduzir o impacto da produção para zero. O uso do duo trailer e do giga trailer no transporte de mercadorias permite reduzir as emissões de CO2 em 30%, bem como o número de camiões na estrada”.

Dr. Christian Vollmer, vice-presidente de Produção e Logística da SEAT

E a ferrovia?

A SEAT também recorre à ferrovia para o transporte dos veículos que saem da sua fábrica de Martorell — 80% da produção tem como destino a exportação — em direção ao Porto de Barcelona. Denominado Autometro, o comboio de 411 m de comprimento tem capacidade para transportar 170 veículos em vagões de dois andares, evitando a circulação de 25 mil camiões por ano. Em outubro de 2018 a linha Autometro atingiu o marco de um milhão de veículos transportados, 10 anos após a sua entrada ao serviço.

Não é o único serviço ferroviário da SEAT. O Cargometro, que liga Martorell à Zona Franca de Barcelona, é um comboio de carga para o fornecimento de peças, evitando a circulação de 16 mil camiões por ano.

Mais artigos em Notícias