Venda

Mercedes-Benz SLR McLaren Stirling Moss. É raro, é caro e… está à venda

Só existem 75 unidades e esta que vos mostramos está à venda. Com apenas 507 km no odómetro e um dono nos registos, o único senão é mesmo… o preço.

Inspirado no Mercedes-Benz 300 SLR que Stirling Moss (aka “melhor piloto de sempre que nunca ganhou um mundial de Fórmula 1”) usou na Mille Miglia de 1955, o Mercedes-Benz SLR McLaren Stirling Moss é um dos mais exclusivos modelos da marca da estrela.

Apresentado em 2009, o SLR McLaren Stirling Moss viu a sua produção limitada a apenas 75 unidades, tendo apenas sido vendido a proprietários do já existente SLR McLaren pela “módica quantia” de um milhão de dólares (cerca de 900 mil euros).

Debaixo do capot trazia o mesmo 5.5 l V8, alimentado por um compressor volumétrico usado pelos outros SLR McLaren, no entanto, nesta versão a potência subia dos 626 cv para os 650 cv.

A NÃO PERDER: O desportivo da Mercedes-Benz que «respirava» pela estrela
Mercedes-Benz SLR McLaren Stirling Moss

Ora a potência extra associada a uma redução do peso de cerca de 200 kg fazia com que o SLR McLaren Stirling Moss atingisse os 332 km/h de velocidade máxima e cumprisse os 0 aos 100 km/h em 3,8s.

VÊ TAMBÉM: WM P88 Peugeot. O «rei da velocidade» nas 24 Horas de Le Mans

A história deste SLR McLaren Stirling Moss

Face à sua raridade, o surgimento de um SLR McLaren Stirling Moss à venda é sempre um acontecimento e por isso mesmo hoje contamos-te a história deste exemplar. Colocado à venda pela James Edition, este teve apenas um dono e em 10 anos percorreu apenas 507 km.

A ajudar à sua exclusividade, este exemplar foi conduzido pelo duas vezes campeão do mundo de Fórmula 1, Mika Häkkinen, num anúncio. Ora, a baixa quilometragem, a raridade e o facto de ter sido conduzido por uma celebidade ajudam a explicar o porquê de este SLR McLaren Stirling Moss estar à venda por 2,55 milhões de dólares (cerca de 2,2 milhões de euros).

VÊ TAMBÉM: Não foi só a Mazda que usou motores Wankel…
Mercedes-Benz SLR McLaren Stirling Moss_

Apesar de ter passado grande parte dos seus 10 anos de existência na Alemanha, este exemplar encontra-se hoje no Dubai, sendo bastante provável que por lá continue, pelo menos tendo em conta a aptidão que o mercado local tem por “máquinas exóticas”.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi apresentado o Mercedes-Benz 190?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Mercedes-Benz 190 (W201), antecessor do Classe C, celebra 35 anos

Mais artigos em Notícias