Arranque a Frio

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

A eletrificação de utilitários por parte da Peugeot não é de agora e a prová-lo está o 106 Electric, o antepassado do novo e-208.

A escassos meses da chegada ao mercado do Peugeot e-208, a inédita versão elétrica do utilitário da marca francesa, decidimos relembrar a primeira incursão da Peugeot no mundo dos utilitários elétricos, o 106 Electric.

Dotado de baterias de níquel cádmio, o 106 Electric apresentava uma autonomia de 100 km (um pouco menos que os 340 km anunciados pelo e-208). Quanto à potência essa ficava-se pelos 27 cv (o e-208 oferece 136 cv) enquanto a velocidade máxima não ia além dos 90 km/h (por isso esqueçam o tempo dos 0 aos 100 km/h).

Lançado em 1995 e comercializado até 2003, o 106 Electric esteve disponível tanto em versões de três como de cinco portas. Em 1996 foi alvo de um restyling (tal como a restante gama 106) mas nem isso ajudou as vendas com o 106 Electric a vender apenas 6400 unidades ao longo de oito anos (bem menos que as 100 mil que a Peugeot estimava vender).

Já o descendente do 106 Electric, o e-208 tem o começo das entregas das primeiras unidades previsto para janeiro do próximo ano, não sendo ainda conhecidos os seus preços.

VÊ TAMBÉM: Testámos o DS 3 Crossback. Qual escolher? Gasolina ou gasóleo?

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do BMW i3s?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o BMW i3s: agora só em modo elétrico

Mais artigos em Notícias