Eventos

Rali Bridgestone/First Stop Guarda. Foi assim a última edição

Entre os dias 28 e 30 d ejunho, o Rali Bridgestone/First Stop Guarda voltou às estradas da região beirã naquela que foi a sua derradeira edição.

Francisco Carvalho foi o grande vencedor daquela que fica para a história como a última edição do Rali Bridgestone/First Stop Guarda. Organizado pelo Clube Escape Livre, o rali deste ano decorreu entre os dias 28 e 30 de junho e assinala o fim de uma prova cujas origens remontam a 1988.

Num fim-de-semana marcado pelas emoções (não só da competição como da despedida da prova que sempre teve como objetivo promover a região da Guarda através do automóvel), Francisco Carvalho fez valer a sua experiência e cumpriu a prova de maneabilidade em apenas 47,735 segundos aos comandos de um MINI.

Nuno Antunes, também ao volante de um MINI e outro dos favoritos à vitória, ficou com o segundo lugar ao alcançar um tempo de 50,371 segundos. Já o terceiro lugar foi alcançado por João Batista, em Mercedes-Benz Classe A. Destaque ainda para Fernando Batista, vencedor da primeira edição, que já com 80 anos alcançou o 5º lugar aos comandos de um BMW.

As melhores prestações femininas foram as de Olga Pereira, em Peugeot, que cumpriu o percurso em 1min02s imediatamente seguida de Joana Castro, em Renault, e de Bianca Bessa, ao volante de um Fiat.

VÊ TAMBÉM: Jaguar F-Type, a máquina certa para… ralis?

Solidariedade em alta

Para além da prova de maneabilidade, que este ano se realizou perto do Hotel Lusitânia e não na malha urbana da cidade, o Rali Bridgestone/First Stop Guarda ficou ainda marcado, como sempre, pela prova de estrada que levou uma caravana composta por 44 carros e 100 pessoas a ligar a Guarda a Trancoso.

Rali Bridgestone/First Stop Guarda
Francisco Carvalho foi o grande vencedor da última edição do Rali Bridgestone/First Stop Guarda.

Ali, os participantes foram recebidos pelo pelo presidente do município, Amílcar Salvador, e puderam ainda visitar a Festa da História em Trancoso. Já na noite de sábado, na Guarda, foi a vez da Associação Hereditas levar os participantes numa visita guiada e encenada pelas ruas do centro histórico da Guarda.

É com uma lágrima ao canto do olho que encerramos este ciclo extraordinário de promoção e divulgação da Guarda, através do Rali Bridgestone/First Stop, mas que ao longo destes 30 anos sempre foi, simplesmente, o “Rali da Guarda. Só podemos agradecer a todos quantos contribuíram para esta “marca” do Clube Escape Livre.

Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre

Para encerrar a história do Rali Bridgestone/First Stop Guarda decorreu ainda o leilão do livro “Nicha – Mário de Araújo Cabral” cujo valor acumulado se destina a apoiar Mário Araújo Cabral, o primeiro piloto de F1 português e também ele concorrente de várias edições do “Rali da Guarda”.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Citroën C4 Cactus?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Citroën C4 Cactus. Addio, adieu, aufwiedersehen, goodbye

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos