Arranque a Frio

A estrela mais improvável de Le Mans foi este Toyota Celica Cabrio

As 24 Horas de Le Mans já terminaram e a Toyota saiu novamente vencedora… mas quem roubou as atenções foi mesmo este Toyota Celica Cabrio de 1987.

A parada dos pilotos das 24 Horas de Le Mans, que se realiza um dia antes da prova, é um dos eventos mais apreciados. Nela, além de podermos ver todos os pilotos que irão participar na prova a bordo de máquinas de outros tempos, marca também presença o carro-troféu.

Este é responsabilidade do vencedor da edição do ano anterior, onde o troféu conquistado é exibido e transportado por um carro descapotável. A Toyota, vencedora da última edição, acabou por dar nas vistas, ao surgir com um um Celica Cabrio (ST162) de 1987 como o carro-troféu.

Uma escolha invulgar, modesta… e de recurso, mas que acabou por se tornar uma das estrelas do evento. A ideia original era trazer o 2000 GT descapotável que foi usado no filme 007 – Só Se Vive Duas Vezes, de 1967, mas a ameaça de chuva que paira constantemente sobre Le Mans, deixou essa hipótese de parte.

No final, não ficámos a perder. Este Celica Cabrio, parte da coleção da Toyota alemã. está imaculado.

Parabéns à Toyota pela segunda vitória consecutiva nas 24 Horas de Le Mans com o TS050 Hybrid n.º 8 de Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima e Fernando Alonso.

VÊ TAMBÉM: Toyota Gazoo GR Super Sport Concept. De Le Mans para a estrada.

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 9h00 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
O motor do Toyota GR Supra é originário de que construtor?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Agora sim! Toyota GR Supra testado em vídeo. É digno do nome?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos