Apresentação

Grandland X Hybrid4. SUV híbrido plug-in é o mais potente dos Opel à venda

O Opel Grandland X Hybrid4 é o novo híbrido plug-in da marca, faz 50 km em modo elétrico e passa a ser o mais potente dos Opel à venda atualmente.

A ofensiva elétrica da Opel tem no Grandland X Hybrid4 o seu tiro de partida — até 2024 todos os modelos da marca do relâmpago terão uma variante eletrificada, com foco, nos próximos 20 meses, para as versões 100% elétricas dos novos Corsa, Mokka X, Zafira Life e Vívaro.

O Opel Grandland X Hybrid4, como o nome indica, é um híbrido do tipo plug-in, ou seja, permite que o liguemos à corrente — a bateria de iões de lítio de 13,2 kWh poderá ser carregada em menos de duas horas (1h50min) através de uma wallbox de 7,4 kW.

Sendo um híbrido plug-in, permite uma autonomia elétrica de 50 km (WLTP) e anuncia consumos de 2,2 l/100 km e emissões de CO2 de 49 g/km (dados preliminares NEDC2).

RELACIONADO: Peugeot aposta nos híbridos plug-in com novos 508 HYBRID e 3008 GT HYBRID4
Opel Grandland X Hybrid4
Para identificar o Hybrid4 dos outros Grandland X, basta olhar para o capot, que surge na cor negra.

São dois os motores elétricos presentes no Grandland X Hybrid4, totalizando 109 cv, juntando-se ao 1.6 Turbo a gasolina com 200 cv, já cumpridor da norma Euro6d-TEMP. Um dos motores elétricos situa-se à frente, acoplado à caixa automática de oito velocidades, enquanto o segundo está integrado no eixo traseiro, permitindo obter tração às quatro rodas.

A combinação de hidrocarbonetos e eletrões transforma o mais “verde” dos Opel no mais potente atualmente comercializado, debitando um máximo de 300 cv, suplantando o Insignia GSI por 40 cv — ainda não foram avançados dados relativos às prestações do modelo.

Opel Grandland X Hybrid4
Bateria de 13,2 kWh encontra-se posicionada por baixo dos bancos traseiros.

A unidade motriz híbrida permite quatro modos de funcionamento: Elétrico, Híbrido, AWD e Sport. O modo Elétrico é auto-explanatório, e o Híbrido gere automaticamente a motorização a ser usada, procurando sempre a opção mais eficiente. No modo AWD (All Wheel Drive ou tração às quatro rodas), o motor elétrico no eixo traseiro entra em ação.

Por fim, o Opel Grandland X Hybrid4 apresenta, naturalmente, um sistema de travagem regenerativa, com dois modos. No modo mais intenso, o efeito travão-motor do motor do rotor elétrico é forte o suficiente para poder conduzir, na maioria das situações, apenas com o pedal do acelerador, sem tocar no do travão, conseguindo até imobilizar o carro.

VÊ TAMBÉM: O Opel Grandland X já chegou a Portugal. Estes são os preços

Quando chega?

As encomendas estão agendadas para dentro de algumas semanas, mas as primeiras entregas a clientes só acontecerão a partir do início de 2020, mas ainda não foram avançados preços.

Nessa altura, os novos proprietários do SUV híbrido terão acesso a vários serviços da Free2Move, a marca de mobilidade do Grupo PSA. Entre eles, o acesso a mais de 85 mil postos de carregamento na Europa e um planeador de percursos que indica a localização de postos de carregamento.

Opel Grandland X Hybrid4

O Opel Grandland X Hybrid4 virá também com o novo sistema telemático Opel Connect, com serviços como navegação com informações de tráfego em tempo real, acesso a diagnóstico do estado do veículo através de uma aplicação e ligação direta com a assistência em estrada e chamada de emergência.

Sabes responder a esta?
O Opel Calibra era derivado de que outro modelo?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te deste? Opel Calibra, esculpido pelo vento

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos