Apresentação

Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport. Só para circuitos… e com seis cilindros

O Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport chega três anos após o lançamento do antecessor. E trouxe de volta o motor de seis cilindros boxer naturalmente aspirado.

Quando o Cayman passou a ser conhecido como Porsche 718 Cayman há alguns anos, a marca de Estugarda decidiu trocar os motores de seis cilindros boxer naturalmente aspirados por um quatro cilindros boxer turbo.

Agora, com a chegada do Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport, o motor boxer de seis cilindros regressa ao mais pequeno dos Porsche.

Destinado apenas às pistas, o Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport conta com um motor de seis cilindros boxer de 3.8 l que debita 425 cv e 425 Nm de binário, o que representa um aumento de 40 cv em relação ao anterior Cayman GT4. A potência é transmitida às rodas traseiras através de uma caixa de dupla embraiagem PDK de seis velocidades.

VÊ TAMBÉM: Surpresa! Porsche 935 “Moby Dick” de regresso

Ao nível da suspensão, o Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport recorre a um esquema McPherson à frente e atrás, sendo que no caso da suspensão dianteira, foi herdada do “irmão” 911 GT3 Cup. Quanto à travagem, está a cargo de um sistema de competição com quatro discos de 380 mm de diâmetro.

Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport

Um Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport, duas versões

A Porsche vai disponibilizar o novo 718 Cayman GT4 Clubsport em duas versões: Competition e Trackday. A primeira está pronta a competir e destina-se à classe GT4 da FIA e permite diversos ajustes como por exemplo ao nível da suspensão ou da distribuição de travagem.

Já a versão Trackday, foi criada com os pilotos amadores em mente e destina-se a eventos privados e… track days. Assim, mantém o ABS, o controlo de estabilidade e de tração para além de vir equipada com um setup pré-definido dos amortecedores e de não permitir o ajuste da distribuição de travagem.

VÊ TAMBÉM: Este Porsche Carrera GT só tem 179 km e pode ser teu

Comuns a ambas são elementos como o rollbar, o cinto de segurança de seis pontos ou a baquet de competição. Ambas as versões partilham ainda uma carroçaria e elementos aerodinâmicos otimizados para a criação de downforce.

Pela primeira vez na produção de um carro de competição, foram usados materiais compósitos à base de fibras naturais para fazer as portas e asa traseira. De acordo com a Porsche, este material tem características similares à fibra de carbono no que toca a peso e rigidez, mas com a matéria prima a provir sobretudo de sub-produtos agrícolas como fibras de linho e cânhamo, o que permite um peso de apenas 1320 kg.

VÊ TAMBÉM: Porsche 911 GT2 RS é (novamente) o rei do Nürburgring

O preço da versão Trackday é de 134 mil euros (sem impostos), já a versão Competition custa, sem impostos, 157 mil euros. Ambas já estão disponíveis para encomenda, sendo que a Porsche prevê entregar os primeiros exemplares a partir de fevereiro.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Porsche Macan S?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Porsche Macan S traz novo e “hot” V6 Turbo e já tem preço para Portugal

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos