Apresentação

Ford Mondeo renovado estreia carrinha híbrida e novo motor Diesel

O Ford Mondeo recebe várias atualizações estéticas e mecânicas, destacando-se a versão híbrida, agora alargada à carrinha.

Lançado no mercado europeu em 2014 — foi introduzido nos EUA em 2012 como Fusion —, o Ford Mondeo recebe uma muito bem vinda renovação. Apresentado no Salão de Bruxelas, traz uma ligeira atualização estética e novas motorizações.

Novo estilo

Tal como o Fiesta e Focus, também o Mondeo separa de forma mais expressiva as diferentes versões, Titanium, ST-Line e Vignale. Assim, no exterior, podemos observar acabamentos distintos para a nova grelha trapezoidal e no formato da grelha inferior.

O Mondeo ganha também novas luzes diurnas LED, luzes de nevoeiro, novas óticas traseiras em “C” intersectadas por uma barra cromada ou em prata acetinada, que se estende a toda a largura. De notar ainda novas tonalidades exteriores, como o “Azul Petróleo Urban”.

RELACIONADO: Ford acaba com o Fusion nos EUA. Será também o fim do Mondeo?

No interior as mudanças incluem novos revestimentos em tecido para os bancos, novas aplicações nos puxadores das portas e novas decorações em forma de lança. De notar o novo comando rotativo para as versões com caixa automática que permitiu ganhar mais espaço de arrumação na consola central, que passa a integrar uma entrada USB.

RELACIONADO: Quantos Opel Insignia é que já foram vendidos?

Novos motores

No plano mecânico, a grande novidade é a introdução do novo EcoBlue (gasóleo) com 2.0 l de capacidade, que surge disponível em três patamares de potência: 120 cv, 150 cv e 190 cv, com emissões de CO2 estimadas de 117 g/km, 118 g/km e 130 g/km, respetivamente.

Relativamente à anterior unidade 2.0 TDCi Duratorq, o novo 2.0 EcoBlue traz um novo sistema de admissão integrado com colectores espelhados para otimizar a resposta do motor; turbocompressor de baixa inércia para favorecer o binário a baixa rotação; e um sistema de injecção de combustível de alta pressão, mais silencioso e com maior precisão na entrega de combustível.

O Ford Mondeo EcoBlue vem equipado com o sistema SCR (Redução Catalítica Seletiva), que permite reduzir as emissões NOx, ficando em conformidade com a norma Euro 6d-TEMP.

No que toca a transmissões, o EcoBlue pode ser associado a uma caixa manual de seis velocidades e a uma nova transmissão automática de oito velocidades nas versões de 150 cv e 190 cv. Estará também disponível uma variante com tração integral, capaz de distribuir até 50% da potência para o eixo traseiro.

A única motorização a gasolina disponível para já será a 1.5 EcoBoost com 165 cv, com as emissões a começarem nos 150 g/km, a que correspondem consumos de 6,5 l /100 km.

Nova Mondeo Hybrid Station Wagon

Já tivemos oportunidade de conduzir o atual Ford Mondeo Hybrid (ver destaque), versão que permanece na renovada gama e passa também a contemplar a Station Wagon, a carrinha. A vantagem passa por oferecer mais espaço para bagagens relativamente ao carro — 403 l contra 383 l —, mas mesmo assim um valor bem abaixo dos 525 l das Mondeo Station Wagon convencionalmente motorizadas.

Tal deve-se ao espaço ocupado por alguns componentes do sistema híbrido na traseira do e da Mondeo. O sistema híbrido é composto pelo motor a gasolina com 2.0 l, que funciona de acordo com o ciclo Atkinson, um motor elétrico, um gerador, uma bateria de iões de lítio de 1,4 kWh e uma transmissão automática com repartição de potência.

No total, temos à nossa disposição 187 cv, mas a permitir consumos e emissões comedidos: desde 4,4 l/100 km e 101 g/km na Station Wagon e desde 4,2 l/100 km e 96 g/km no carro.

Ford Mondeo Hybrid
Ford Mondeo Hybrid
RELACIONADO: Toyota Camry regressa à Europa como híbrido

Novidades tecnológicas

O Ford Mondeo tem a possibilidade de, pela primeira vez, receber cruise control adaptativo quando associado à nova caixa automática, assim como a funcionalidade Stop & Go quando num cenário de pára-arranca. Recebe também a função Limitador de Velocidade Inteligente — combinando as funções Limitador de Velocidade e Reconhecimento de Sinais de Trânsito.

A Ford ainda não avançou com data de início de comercialização e preços para o renovado Mondeo.

Ford Mondeo Vignale
Ford Mondeo Vignale

Sabes responder a esta?
Quantos Ford GT a Ford vai produzir mais, somando aos 1000 inicialmente previstos?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

1000 Ford GT não são suficientes. Vêm mais a caminho

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos