Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilão

Este Ford Roadster de 1932 é o derradeiro Hot Rod e… vai a leilão

Quando se fala em Hot Rod é impossível não vir à memória a imagem de um Ford Roadster de 1932 com chamas pintadas na carroçaria. Agora esse carro pode ser teu.

Querido Pai Natal, este ano portámo-nos todos bem aqui na Razão Automóvel e como estamos fartos de Hot Wheels queremos um Hot Rod verdadeiro… Podia ser assim que começava a nossa carta de Natal este ano a pedir para receber este fantástico Ford Roadster de 1932, um carro que provavelmente já tiveste… em miniatura.

Este Ford Roadster foi propriedade de Tom McMullen e é visto como o mais icónico exemplo da cultura Hot Rod. O modelo já apareceu em anúncios, filmes, séries, capas de álbuns e videoclips, e é, provavelmente, o Hot Rod mais conhecido do mundo.

Agora, este ícone da cultura norte-americana vai a leilão a 12 de janeiro e pode ser teu por um valor entre os 750 mil e um milhão de dólares (entre cerca de 654 mil e 873 mil euros).

VÊ TAMBÉM: Ford e Volkswagen. Possível fusão no horizonte?
Ford Roadster Hot Rod

A história deste Ford Roadster de 1932

Nascido em 1932, este Ford Roadster só alcançou o estrelato já depois dos 30 anos, quando em 1963 surgiu na capa da revista norte-americana Hot Rod. Com ele Tom McMullen (um dos maiores nomes no mundo dos Hot Rod) bateu recordes de velocidade e participou em drag race (legais e… ilegais).

O carro só chegou às mãos de Tom McMullen em 1956 e por essa altura o pequeno Ford já tinha recebido diversas alterações. Por exemplo, o motor Ford flathead já tinha sido trocado por um V8 Chevy Small Block.

Ford Roadster Hot Rod
O espaço dentro do Ford Roadster não era muito, mas o objetivo era ser rápido, por isso não importava só ter dois lugares.

Entretanto, McMullen lançou mãos à obra e foi criando aquele que é hoje um dos mais conhecidos Hot Rod do mundo. Trocou o motor por um outro V8 de 352 ci (polegadas cúbicas) — o que equivale a 5768 cm3 — , juntou-lhe um compressor e dois carburadores de corpo quádruplo.

Graças a estas alterações o Ford Roadster chegou a alcançar os 268 km/h, batendo pelo caminho diversos recordes em provas como as das planícies de sal de Bonneville.

VÊ TAMBÉM: “O Duster para a Dacia é um pouco como o Mustang para a Ford”
Ford Roadster Hot Rod
Originalmente o Ford Roadster contava com um motor Ford V8 “Flathead”.

Depois de ter sido vendido por McMullen, o Ford Roadster teve diversos proprietários tendo recebido entretanto um merecido restauro.

Para o devolver à condição com que apareceu na capa da revista Hot Rod foi preciso comprar um chassis de um Ford Roadster da mesma época — o que trazia tinha sido alterado relativamente ao Roadster original —, um motor (novamente um Small Block da Chevrolet) e até uma caixa de velocidades idêntica àquela que o carro usava na época.

VÊ TAMBÉM: Todos querem eletrificar o Ford Mustang
Ford Roadster Hot Rod
Um dos perfis mais conhecidos no mundo dos Hot Rod, e não só…

No final. o resultado do restauro foi um carro que voltou a estar exatamente igual àquele que surgira na capa da revista e que inspirou muitos Hot Rod e Hot Wheels. Se ficaste com vontade de comprar este Hot Wheels à escala real, consulta o seu anúncio.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do motor de seis cilindros em linha usado no primeiro Ford Mustang?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

O primeiro Ford Mustang Hardtop de sempre vai a leilão

Mais artigos em Notícias