Ambiente

Queres circular no centro de Madrid? Só se tiveres um elétrico

Vai ser proibida a circulação de veículos com motor de combustão interna no centro de Madrid. A medida entra em vigor a 30 de novembro.

A medida estava a ser preparada desde 2016 pelo movimento Agora Madrid (que está à frente do município madrileno) mas só agora foi aprovada. Era para começar a 23 de novembro mas a data foi adiada para o final do mês, mas os efeitos são os mesmos: a partir de 30 de novembro vai ser ser proibida a circulação de veículos com motor de combustão interna na zona central da cidade com exceção dos táxis, moradores e veículos de emergência ou prestação de serviços.

Com esta proibição a câmara municipal de Madrid visa reduzir a poluição em 40% e o tráfego em 37%.

A medida tem sido alvo de vários protestos oriundos, principalmente, dos comerciantes e da oposição ao executivo municipal. Outra das críticas surgiu pela voz de Ángel Garrido, presidente da Comunidade de Madrid, que já acusou a presidente da câmara municipal de ter planeado o reforço dos transportes públicos após a imposição das proibições com base em dados de 2004.

VÊ TAMBÉM: Os automóveis estão cada vez melhores. Já não há carros maus

Segundo as previsões do município madrileno estas proibições vão anular cerca de 58 600 deslocações diárias que atravessam a cidade sem ter como origem ou destino o centro da capital espanhola.

As exceções à regra

Assim, a partir de 30 de novembro na zona central de Madrid apenas vão ser permitidos veículos elétricos, sendo que até os híbridos plug-in estão proibidos caso não tenham, no mínimo, 40 km de autonomia elétrica. Tanto os taxistas como os residentes vão poder continuar a utilizar veículos de combustão interna no centro da cidade mas para tal vão precisar de um dístico específico.

Para além das proibições de circulação a autarquia planeia ainda reduzir de 50 km/h para 30 km/h o limite de velocidade nas ruas de sentido único e com apenas duas vias de trânsito. Com isto a câmara conta incentivar o uso de bicicletas e dos transportes públicos.

O que acontece a quem não cumprir

Numa primeira fase, até março do próximo ano, a polícia não vai multar, avisando apenas os condutores, sendo que a partir desse mês os condutores que infringirem as restrições vão ser multados em 90 euros. Para assegurar o cumprimento destas regras foram ainda instaladas várias câmaras de vigilância um pouco por toda a cidade.

E não penses que te safas só por teres matrícula estrangeira. É que os proprietários de carros estrangeiros vão ter que se informar acerca dos níveis de emissões do seu carro para saber quais as normas de acesso que lhes são aplicáveis, não se sabendo ainda como vão funcionar as multas em relação aos carros estrangeiros.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Audi RS 3 Sportback?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o Audi RS 3 Sportback. O último 5 cilindros?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos