Tuning

Alfa Romeo 4C não se destaca o suficiente? Pogea Racing tem a solução

Não é a primeira vez que a Pogea Racing dedica os seus esforços ao Alfa Romeo 4C. Conheçam o mais recente Centurion 007 - The Green Arrow.

A Pogea Racing dispensa apresentações — a casa alemã tem nas preparações de alguns modelos italianos o seu cartão de visita, e o Alfa Romeo 4C tem recebido todos os tipos de atenção por sua parte.

O Pogea Racing Centurion trata-se de uma pequena série de 10 unidades, com base no Alfa Romeo 4C — foi dado a conhecer a primeira vez em 2015 —, que eleva as capacidades do baby-supercar, ao adicionar cavalos redutores dos tempos de aceleração, acompanhados por um chassis revisto e também um look distinto dos 4C de série.

O motor 1.75 vê a sua potência ser elevada para os 313 cv, o que permite apenas 3,9s para atingir os 100 km/h — neste exemplar, o Centurion 007 – The Green Arrow (flecha verde), a potência sobe um pouco mais, até aos 337 cv e o binário sobe dos 350 Nm do 4C de série para os 465 Nm(!). Não esqueçamos que o 4C não atinge os 1000 kg de peso, o que justifica os valores de aceleração para uma potência que nos dias de hoje pode ser considerada modesta.

alfa romeo 4c, pogea racing centurion

Entre vários destaques, este Centurion 007 traz jantes forjadas — 18″ à frente e 19″ atrás —, suspensão KW com especificações Pogea e interior em Alcantara e pele (da Lamborghini).

Carro italiano, preparadora alemã, pintura… inglesa

Quanto a este Green Arrow, na realidade é a segunda vez que passa pelas mãos da Pogea Racing. Este 4C já tinha sido preparado antes para ser um Centurion. No entanto, o seu proprietário achou que a sua máquina não se destacava o suficiente — o seu Centurion era de cor branca —, quando comparado com os outros Centurion.

A Pogea Racing acedeu aos desejos do seu cliente e tratou de repintar o carro com algo mais exclusivo. A preparadora surpreendeu-o com uma nova pintura da Glasurit de quatro camadas, efetuada pela CDC-International GmbH.

A cor base desta pintura vem da mais improvável das fontes: trata-se do mesmo verde usado no novo Aston Martin Vantage, o desportivo britânico. Foram adicionadas várias camadas de tons pérola para que a cor verde sobressaísse ainda mais, e o efeito parece ter sido conseguido. Mas não se ficaram por aqui…

O interior acompanhou o exterior na aplicação (extensa) deste verde — perfeito para queimar as retinas… — e mesmo a Pogea Racing afirma que esta combinação “super-agressiva” ou nos deliciará ou nos dará “vontade de vomitar” — não parece haver meio termo.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Sabes responder a esta?
Qual a capacidade do motor do McLaren 720S?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

McLaren 720S desafia 675LT. Qual o mais rápido?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos