Bonus pater familiae

Três boas razões para ensinares o teu filho a gostar de automóveis

Pedagogia ao mais alto nível. As conclusões deste artigo fundam-se num intenso estudo levado a cabo durante a minha hora de almoço. 

Neste artigo descrevo três boas razões para iniciares o teu filho nas lides dos automóveis, mas há certamente mais motivos que me estão a escapar. Confesso que a minha hora de almoço foi curta…

Entre uma garfada e outra, pensava em automóveis, em filhos, e noutras coisas que assombram a cabeça da maioria das pessoas.

Acabou por ser a temática dos filhos que mais tempo ocupou a minha cabeça. Portanto sem mais demoras, aqui ficam três boas razões para um bom pai de família — ou em latim bonus pater familiae — ensinar os seus filhos a gostarem de automóveis.

1º motivo

Ele nunca vai ter dinheiro para álcool e drogas. Gostar de carros automóveis é extremamente caro. Quem tem um projeto na garagem ou gosta de clássicos sabe do que eu estou a falar.

Todo o dinheiro é canalizado para aquele carro que nunca — mas mesmo NUNCA!— vai estar terminado. O teu filho vai aprender a estabelecer prioridades e a controlar as suas finanças.

2º motivo

Vão criar laços únicos e momentos inesquecíveis. Falo por mim, a primeira vez que conduzi, aquela vez em que tentámos (sem sucesso…) mudar a correia de distribuição de uma Toyota Hiace ou quando fomos à caça e atascámos o meu primeiro carro.

Parecem momentos banais mas, brincadeiras à parte, são momentos marcantes.

Toda a gente se lembra da primeira vez que conduziu. E normalmente foi de forma ilegal, às escondidas da mãe e com o apoio do pai. Certo? Digam que sim pff.

Este vídeo da Ford capta a essência destes momentos de forma exemplar.

3º motivo

É bom para o desenvolvimento cognitivo. A partir do momento em que o teu filho começar a gostar de automóveis vai desenvolver o gosto pela leitura, nem que seja de revistas e sites de automóveis.

Vai desenvolver também o raciocínio lógico-matemático e começar a dominar conceitos como unidades de medida (potência, velocidade, volume, etc.), física (acelerações, aerodinâmica, etc.) e mecânica (ciclos de combustão, tipos de suspensão, etc).

O teu filho toca piano? O meu sabe mudar um pneu.

Toda a gente sabe qual é o pai que sai por cima num discussão deste género.

Só para terminar…

Antes irem fazer queixa de mim à Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) — sim, este organismo existe mesmo — escusado será dizer que devem ler estas linhas com boa disposição.

Fiquem descansados que ainda não sou pai, e quando for pai é obvio que vou deixá-lo/a gostar daquilo que bem entender. Mas se começar a identificar as marcas de automóveis aos três anos de idade eu não me vou chatear nada… uma pessoa não investe centenas de euros em mobília do Faisca McQueen para nada, não achas?

Meme Nelson HA HA

Mais artigos em Crónicas

Os mais vistos