Transformação

E que tal um Skoda Citigo Diesel com… 280 cv?

Depois de já ter impressionado com um Seat Arosa de 500 cv (!), o preparador britânico Darkside Developments voltou a mostrar aquilo que melhor sabe fazer. Desta feita, transformando um Skoda Citigo num bólide de 280 cv e tração integral!

Conhecidos pela forma como conseguem transformar pequenos citadinos (em particular, os do Grupo Volkswagen), em verdadeiras máquinas de corrida, é caso para dizer que, também neste Skoda Citigo “revolucionado”, os técnicos da Darkside Developments voltaram a não olhar a meios para construir uma verdadeira máquina devoradora de alcatrão!

Mantendo, basicamente, a carroçaria original, o novo citadino da Darkside, que recebeu o nome de Citigo-Go, destaca-se, no entanto, pelo facto de ostentar jantes de maiores dimensões (de 17”, importadas do Octavia), pneus de perfil mais baixo, além de janelas laterais em acrílico e uma roll cage construída segundo as especificações da FIA, para maior segurança do condutor.

Já debaixo do capot, a troca do pequenino 1.0 MPI de 75 cv por um mais substancial 2.0 TDI, ao qual foi acoplado a uma caixa manual de seis velocidades importada de um Seat Ibiza Cupra TDI, além de um sistema de tração integral Haldex e diferenciais dianteiro e traseiro Quaife, ambos de deslizamento limitado.

Darkside Citigo Go TDI AWD 2018
RELACIONADO: Seat Arosa 2.0 TDI: o tomba gigantes de 500cv

TDI?!…

E se te estás já a perguntar porquê tração integral e diferenciais, a resposta é simples: é que o 2.0 TDI instalado neste Citigo-Go, não debita uns meros 150, ou até mesmo 184 cv de potência; graças uma série de modificações, entre as quais, a colocação de pistões revestidos a cerâmica, condutas da cabeça do motor polidas, novas bielas, válvulas maiores com novas molas, comando de válvulas mais agressivo e um novo turbo Garrett GTD2872VR, o dois litros passa a oferecer, sim, 280 fogosos cavalos!

De resto e igualmente a ajudar, um intercooler feito sob medida, um radiador em alumínio e um upgrade no sistema de alimentação, com a colocação de injetores de alta pressão, contribuem para que o pequenino Citigo-Go disponibilize ainda um binário máximo de 542 Nm. Sendo que, para aqueles momentos em que é verdadeiramente preciso potência, os técnicos da Darkside Developments instalaram um sistema de injeção de óxido nitroso, de forma a fazer subir “um pouco” a capacidade de aceleração para os 360 cv e 610 Nm! Isto, num carro com apenas 1160 kg de peso!

Darkside Citigo Go TDI AWD 2018

Despido de qualquer superficialidade no interior, até como forma de reduzir o peso, o Citigo-Go conta ainda com amortecedores reguláveis do tipo coilover, discos de travão Brembo com pinças Porsche na frente, travão de mão hidráulico e pedais Hilton. Além de um volante OMP Corsica de 330 mm e alavanca de caixa de velocidades SSS.

O primeiro “acelera”

Embora surpreendente, a verdade é que este Citigo-Go não é a primeira demonstração de competências exibida pela Darkside. Antes do Skoda, o preparador britânico já havia dado a conhecer um Seat Arosa muito especial — equipado igualmente com motor 2.0 TDI, mas a debitar uns ainda mais impressionantes 500 cv!

Concebido para provas de aceleração, este pequeno “diabo amarelo”, cujo peso não vai além dos 800 kg, consegue, entre outros feitos, acelerar até aos 234,9 km/h, em apenas um quarto de milha, ou seja, 400 metros.

Quanto ao Skoda Citigo da Darkside, foi concebido a pensar nos track-days, sendo que, embora ainda não tendo sido sequer filmado em andamento (deverá acontecer em breve), a ideia do preparador britânico é colocá-lo à prova o maior numero de vezes possível.

Ficamos a aguardar os resultados…

Sabes responder a esta?
Quantos Koenigsegg Agera RS foram realmente produzidos?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Chega ao fim a produção do Koenigsegg Agera RS. O carro mais rápido do mundo

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos